Cruzeiro goleia América-MG por 7 a 0

O Cruzeiro venceu de goleada o América-MG, 7 a 0, pela sexta rodada da Copa Sul-Minas, neste sábado, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte. Com a vitória no clássico, o time cruzeirense confirmou a boa fase e manteve a liderança isolada da competição com 16 pontos. Os gols foram marcados por Fábio Júnior, Ricardinho e Edílson, que fizeram dois cada um, e Vander. O América, com apenas cinco pontos e em crise, completou a sexta partida consecutiva sem vitória. A goleada começou logo aos 8min do primeiro tempo depois que Fábio Júnior recebeu lançamento de Fernando Miguel. O atacante passou pelo meio da defesa americana e chutou forte, de perna direita, na saída do goleiro Raniere. Aos 22min, o lateral Maicon cruzou da direita, Edílson cabeceou na trave e, no rebote, o meia Vander esticou a perna para marcar o segundo gol cruzeirense. Dez minutos depois, Maicon, novamente fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para Fábio Júnior marcar o seu segundo gol na partida e o terceiro do Cruzeiro. O ataque americano só chegou ao gol cruzeirense aos 30min, com um chute forte de Tininho que o goleiro Jefferson espalmou para fora da área. Aproveitando a fragilidade da defesa do América, o ataque cruzeirense manteve a pressão. Aos 38 min, Edílson passou por dois adversários e deixou para Jussiê rolar a bola para Ricardinho chutar no canto de Raniere e marcar o quarto gol doCruzeiro ainda no primeiro tempo. Perdidos, os jogadores do América voltaram para o segundo tempo da mesma forma que terminaram o primeiro, ou seja, cedendo espaço para o time Celeste. Logo aos 2min, Ricardinho passou com facilidade por três adversários e chutou no canto de Raniere, fazendo o seu segundo gol no jogo e o quinto do Cruzeiro em cima do América. Depois dos 25min, o show passou a ser do "capetinha" Edílson. Aos 26 min, o atacante que participou das principais jogadas ofensivas do Cruzeiro no jogo, também resolveu marcar. Em jogada individual, deixou os zagueiros adversários Agnaldo e Adriano para trás e marcou o sexto gol do Cruzeiro. Aos 42min, em outra jogada individual, o atacante chutou forte da entrada da área, marcando o sétimo do Cruzeiro e o seu segundo gol no jogo. A bola ainda desviou no zagueiro Adriano e enganou o goleiro Raniere, dando números finais a partida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.