Cruzeiro goleia o Santos e lidera o Brasileirão

Derrota por 4 a 0 provoca revolta em torcedores santistas, que pedem a saída do técnico Leão

Tercio David, estadao.com.br

25 de maio de 2008 | 17h58

Com autoridade de líder. Foi desta forma que o Cruzeiro goleou o Santos por 4 a 0, neste domingo, no Mineirão, pela quarta rodada do Brasileirão. O destaque do jogo foi o estreante Jajá, que inclusive deu o passe para um dos gols cruzeirenses.   Veja também:  Classificação Resultados / calendário Emerson Leão assume inferioridade santista   Com o resultado, o Cruzeiro assumiu a liderança do campeonato, com nove pontos, e com a melhor defesa, ao lado do Grêmio, sem levar nenhum gol.   Já o Santos, após ter sido eliminado na Libertadores, entra em crise - o time e o técnico Emerson Leão foram vaiados no final do jogo. O time se mantém no meio da tabela, com apenas três pontos. "A derrota na Libertadores não serve como desculpa. Nós é que jogamos errado, principalmente no segundo tempo", resumiu o lateral Kleber.   Na próxima rodada, o Santos encara o clássico contra o São Paulo, na Vila Belmiro, no domingo. No mesmo dia, o Cruzeiro visita o Coritiba, no Couto Pereira.   NEM VIUInstável na defesa. Este foi o retrato do Santos tanto no primeiro tempo, quanto no segundo. O torcedor santista passou por maus bocados com o veloz ataque cruzeirense, principalmente com o estreante Jajá.  Cruzeiro 4 Fábio; Marquinhos Paraná, Espinoza, Thiago Heleno e Jadílson (Jonathan); Charles, Fabrício, Ramires      e Wagner; Guilherme (Bruno) e Jajá (Maicossuel). Técnico: Adilson Batista  Santos 0 Fábio Costa; Betão     , Fabão, Marcelo e Kléber; Rodrigo Souto, Marcinho Guerreiro      e Molina (Wesley); Adriano (Rodrigo Tabata), Lima (Tripodi) e Kléber Pereira Técnico: Emerson Leão Gols: Guilherme, aos 18 minutos do primeiro tempo e aos 17 do segundo. Wagner, aos 25, e Maicossuel, aos 33 minutos do segundo tempo.Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)Renda: Não disponívelPúblico: Não disponívelEstádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG) O cruzeirense foi o principal responsável pelas boas jogadas do time mineiro, inclusive a do primeiro gol. Aos 18, Jajá fez grande passe para Guilherme na área, que bateu de bico, no canto direito de Fábio Costa.   No primeiro tempo, o Santos viveu mais das tentativas de Kleber Pereira e de Molina - que perdeu uma chance incrível, ao receber cara a cara com Fábio, tocando a bola por cima, mas para fora. No segundo tempo, a velocidade e esperteza do ataque cruzeirense continuou dando trabalho à zaga santista. O segundo gol do Cruzeiro saiu em mais um grande passe pelo meio, agora de Jonathan, que encontrou Guilherme no meio da área. O camisa 11 passou por Fabão e bateu cruzado, sem chance para Fabio Costa, aos 17.   O segundo gol abalou o time do Santos que praticamente nem viu o terceiro. Aos 25, Charles bateu rápido uma falta na intermediaria e colocou Wagner cara a cara com Fábio Costa, que bateu na saída do goleiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.