Pedro Carvalho/ Cruzeiro EC
Pedro Carvalho/ Cruzeiro EC

Cruzeiro joga com reservas, perde para Patrocinense e terá desvantagem nas semis do Mineiro

Time celeste terá pela frente o Athletic de São João del Rei na próxima fase do Estadual

Redação, Estadão Conteúdo

19 de março de 2022 | 19h31

Classificado de forma antecipada à semifinal do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro escalou uma equipe completamente reserva na rodada final da primeira fase. Com média de apenas 20 anos, o time pouco produziu, perdeu por 2 a 1 para o Patrocinense e deixou escapar a segunda colocação geral.

Com a derrota neste sábado à tarde - a terceira no Estadual -, o Cruzeiro encerrou a primeira fase em terceiro e acabou ultrapassado pelo Athletic Club, que terá a vantagem na semifinal, ao jogar por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols.

A vitória em casa salvou o Patrocinense do rebaixamento ao Módulo II do Mineiro. Uberlândia e URT, derrotados respectivamente por Pouso Alegre e Democrata, foram os rebaixados.

No jogo em Patrocínio, um Cruzeiro completamente desentrosado até que iniciou bem o duelo e, mesmo contra um adversário desesperado pelo resultado, controlou bem a partida. O time teve mais posse de bola no primeiro tempo, mas pouco finalizou.

Os gols saíram somente no fim do primeiro tempo, e em sequência. Contratado justamente para este jogo decisivo, Jônatas Obina aproveitou cruzamento da esquerda e, completamente livre, só empurrou para as redes.

Após o reinício do jogo, a defesa do Cruzeiro saiu jogando errado e Samuel Toscas chutou cruzado, fraco, da esquerda. O jovem goleiro Ezequiel falhou e o Patrocinense parecia abrir dois gols de vantagem na saída para o intervalo. Mas ainda deu tempo de o Cruzeiro descontar, com o Adriano, em cima da linha, após cabeceio na trave. Os 45 minutos finais foram escassos de lances ofensivos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.