Cruzeiro lamenta derrota, mas não desiste do título

O Cruzeiro começou a 27.ª rodada do Brasileirão a três pontos do quarto colocado. No entanto, com a derrota para o São Paulo por 2 a 0, no Morumbi, essa diferença não existe mais, e o time mineiro tem a mesma pontuação de Flamengo e de seu algoz neste domingo. Para o técnico Adilson Batista, mesmo com a derrota, a meta da equipe continuará sendo a liderança da competição. "Agora temos que procurar recuperar os pontos perdidos nos onze jogos que nos restam. O campeonato desse ano está equilibrado, acontecem alguns tropeços e nosso objetivo continua sendo o título, que está aberto para várias equipes", disse o treinador. No jogo deste domingo, Adilson Batista admitiu a dificuldade em bater o adversário paulista."O Cruzeiro não consegue vencer o São Paulo há quatro anos e sabíamos das dificuldades. Não criamos situações, como de costume. O objetivo claro que era sair daqui com uma vitória, que melhoraria bem nossa situação e na pior das hipóteses um empate. Mas não dá para tirar o mérito do São Paulo", afirmou.Na seqüência do Brasileirão, o Cruzeiro pode conseguir uma arrancada se vencer as três partidas que faz no Mineirão, contra Sport, Ipatinga, e o clássico contra o Atlético-MG. Para o atacante Guilherme, artilheiro da equipe, o time não pode pensar em outro resultado que não seja a vitória nesses próximos confrontos. "É levantar a cabeça e procurar buscar os nove pontos, a começar pelo Sport, que é uma grande equipe, mas o jogo será no Mineirão e a obrigação de vencer é nossa", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.