Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Cruzeiro: Leão não vem e Alex deve sair

A diretoria do Cruzeiro não confirma que tenha se reunido nesta madrugada, após a eliminação do time da Copa Libertadores, diante do Deportivo Cáli, no Mineirão, com a intenção de definir a contratação do técnico Émerson Leão, recém-saído do Santos. Parte dos dirigentes da Raposa querem que o ex-treinador do Peixe seja contratado para substituir o inexperiente Paulo César Gusmão, que assumiu o time mineiro no início do ano no lugar de Wanderley Luxemburgo. Porém, a troca no comando do time celeste parece ser questão de tempo. No clube ninguém comenta o "assunto" Leão, dado como encerrado pelo presidente Alvimar de Oliveira Costa. "O Gusmão está mantido e será o treinador do Cruzeiro até 31 de dezembro. As cobranças sempre vão existir, mas o mais importante é o trabalho do dia a dia. Quando o Wanderley saiu, perguntamos aos jogadores sobre a possibilidade de o Paulo César ficar. Eles nos pediram a sua efetivação. Ele tem a confiança da diretoria e principalmente do grupo. É um amigo, um líder, é o comandante", garantiu Alvimar. Porém, Gusmão pode perder o apoio do principal jogador do Cruzeiro e uma espécie de líder do elenco. O armador Alex confirmou que esteve reunido com dirigentes do Fenerbahçe, da Turquia, nos últimos dias, e praticamente confirmou sua transferência para o time turco, após o mês de junho. O jogador deve assinar um contrato de três anos para receber cerca de US$ 15 milhões. "Isso não é novidade para ninguém. Essa proposta foi feita em dezembro do ano passado e simplesmente foi mantida. A diretoria sabe do interesse do Fenerbahçe", revelou. Confiante na sua permanência, principalmente, devido às declarações da diretoria, Gusmão espera superar o trauma da eliminação da Libertadores e seguir com o time no Campeonato Brasileiro. "Não tenho que ficar comentando isso. O Leão é um grande treinador, já mostrou sua capacidade em vários clubes, mas sei de onde esse boato está vindo.Vamos voltar nossos esforços agora para a competição, pois temos o Palmeiras pela frente", explicou o treinador, sem querer comentar sobre a corrente que pede Leão. "Sei muito bem de onde está vindo, mas não quero falar sobre isso. O que me importa é que a diretoria garantiu minha permanência antes da partida contra o Deportivo Cáli e estou seguro de que darei seqüência ao trabalho", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.