Cruzeiro luta por vitória para acabar com risco de queda

Em Belo Horizonte, mineiros encaram o Bahia, que também quer fugir do rebaixamento

Marcelo Portela, da Agência Estado

11 de novembro de 2012 | 08h29

BELO HORIZONTE - Apesar da má fase que enfrenta agravada pelo derrota por 4 a 0 para o Santos, o técnico do Cruzeiro, Celso Roth, pediu apoio da torcida para as últimas partidas do Campeonato Brasileiro principalmente para garantir a permanência da equipe na Série A da competição em 2013. Neste domingo, 11, o time recebe no estádio Independência, em Belo Horizonte, a partir das 19h30, o Bahia, primeiro time fora da zona de rebaixamento e que tem 40 pontos, apenas três a menos que a equipe celeste.

 

Para complicar a situação, o Cruzeiro entrará em campo com cinco desfalques, incluindo o meia Montillo, um dos destaques da equipe. Para a vaga, Celso Roth testou a presença de Elber, mas também fez experiência com Fabinho, armando o time com três atacantes. Além do argentino, também estão fora da partida da 35.ª rodada o lateral-direito Ceará e o volante Charles, que, como Montillo, terão que cumprir suspensão, e os zagueiros Léo e Victorino, vetados pelo departamento médico.

 

Na zaga, Celso Roth terá o retorno de Thiago Carvalho, que fará dupla defensiva com Leandro Guerreiro, improvisado na posição, com Mateus e Rafael Donato como opções no banco. Para o goleiro Fábio, a dificuldade em repetir a formação foi um dos problemas que afetaram a equipe durante a temporada, mas ele afirmou que é "difícil falar" em rebaixamento porque "as equipes de baixo têm que pontuar".

 

Já Celso Roth ressaltou que o apoio da torcida é fundamental para afastar o risco. "A manifestação do torcedor é normal, com os resultados que temos. Mas (a torcida) tem que entender que, no jogo, tem que estar ao lado do Cruzeiro. Os jogadores precisam disso", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.