Cruzeiro marca nos acréscimos e vira sobre Santo André

Equipe chegou a estar perdendo no 2.º tempo no Mineirão, mas conseguiu o 3 a 2 e ainda sonha com o título

Ivana Moreira, Agencia Estado

28 de outubro de 2009 | 23h37

Com um gol nos acréscimos, o Cruzeiro virou sobre o Santo André e conquistou uma importante vitória nesta quarta-feira, no Mineirão. O time da casa, que chegou a estar perdendo após sair na frente no placar, fez 3 a 2 nos minutos finais e se manteve na briga por uma vaga na Copa Libertadores e pelo título do Campeonato Brasileiro.

Veja também:

tabela SIMULADOR - Veja quem pode ser o campeão

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabelaClassificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O Cruzeiro agora soma 51 pontos e ficou mais perto dos líderes da tabela. O São Paulo, que assumiu a ponta após superar o Internacional por 1 a 0 no Morumbi, tem 55. Foi a quinta vitória consecutiva do time mineiro, que tem também a melhor campanha do segundo turno. O Santo André, por sua vez, voltou para a zona de rebaixamento. O time paulista manteve os 32 pontos e ocupa a 17.ª colocação.

A partida desta quarta começou em ritmo lento. O primeiro tempo se resumiu a uma disputa entre ataque e defesa. Jogando com o apoio da torcida, o Cruzeiro criou várias oportunidades, mas errava nas finalizações. Enquanto isso, o Santo André apostou nos contra-ataques, mas não conseguiu nenhum lance de perigo real para o goleiro Fábio.

Na melhor oportunidade da primeira etapa, aos 18 minutos, Jonathan cruzou para Gilberto, do meio da área, chutar forte e acertar a trave com o goleiro Neneca já batido. O primeiro tempo terminou sem gols.

No segundo tempo, os dois times aceleraram o jogo. Os anfitriões voltaram mais agressivos e conseguiram seu gol logo no início. De tanto insistir, aos 13 minutos, o equatoriano Guerron recebeu bom passe na entrada da área e deu um leve toque entre as pernas do goleiro Neneca para abrir o placar. Foi o primeiro gol dele pela equipe cruzeirense.

Mas o Cruzeiro teve pouco tempo para comemorar. Logo em seguida, o Santo André empatou. Júnior Dutra cruzou para Nunes na segunda trave. O atacante driblou Caçapa e bateu na saída de Fábio para empatar. Foi o nono gol do atacante do Santo André no Brasileirão.

Com a derrota parcial, o técnico Adilson Batista trocou o atacante Guerron pelo garoto Eliandro. O jogador, de apenas 19 anos, estreou no time com um gol, o seu primeiro como profissional. Aos 38, Gilberto fez belo lançamento e Eliandro apareceu na segunda trave para cabecear no ângulo e empatar a partida.

O Cruzeiro então foi para o abafa e foi premiado com um gol nos acréscimos. Jonathan invadiu a área e cruzou para o atacante Thiago Ribeiro balançar as redes aos 46 minutos, no último lance do jogo.

Na próxima rodada, o Cruzeiro recebe o desesperado Fluminense, no domingo. No mesmo dia, o Santo André vai enfrentar o Grêmio, no Estádio Bruno José Daniel.

CRUZEIRO 3 X 2 SANTO ANDRÉ

Cruzeiro - Fábio; Jonathan, Cláudio Caçapa (Leandro Lima), Thiago Heleno e Diego Renan; Henrique, Fabrício, Marquinhos Paraná e Gilberto (Bernardo); Guerrón (Eliandro) e Thiago Ribeiro. Técnico: Adilson Batista

Santo André - Neneca; Rômulo (Cris), Cesinha, Marcel e Ávine; Ricardo Conceição, Marcelinho Carioca (Fernando), Júnior Dutra e Élvis; Pablo Escobar (Eduardo Ratinho) e Nunes. Técnico: Sérgio Soares

Gols - Guerron, aos 13, Nunes, aos 17, Júnior Dutra, aos 28, Eliandro, aos 38, e Thiago Ribeiro, aos 46 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos - Thiago Ribeiro, Gilberto, Leandro Lima (Cruzeiro); Elvis e Ávine (Santo André)

Árbitro - Célio Amorim (SC)

Renda - R$ 302.458,43

Público - 19.567 pagantes

Local - Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.