José Patrício/AE - 15/8/2010
José Patrício/AE - 15/8/2010

Cruzeiro minimiza eventual suspensão de Cuca

Técnico será julgado nesta sexta e pode ficar de fora das últimas duas partidas por causa da expulsão contra o Corinthians

AE, Agência Estado

25 de novembro de 2010 | 17h49

Expulso na partida contra o Corinthians, o técnico Cuca será julgado pelo STJD nesta sexta-feira e corre o risco de ser punido com suspensão nas últimas duas partidas do Cruzeiro no Brasileirão. A ameaça de punição, no entanto, não assusta os jogadores, que minimizaram um eventual gancho do treinador.

Veja também:

linkOs grupos da Libertadores

"É complicado jogar sem o Cuca, sem a figura dele do lado. Mas até nisso o Cruzeiro montou um elenco forte e bom. Tem um substituto à altura, que é o Cuquinha, irmão dele. Se não for o Cuca, vai o Cuquinha, e dará conta do recado porque entende de futebol tanto quanto o Cuca. Isso não vai ser um fator de preocupação dentro de campo", garantiu o zagueiro Edcarlos.

O atacante Thiago Ribeiro também mostrou confiança no auxiliar de Cuca. "Não acredito que o Cuca seja suspenso, mas se for, tem o Cuquinha, o Robson (Gomes), o Eudes (dos Santos). Para a gente não muda nada, porque independentemente do que aconteça, temos que vencer, mesmo se formos com apenas 11 atletas para o jogo, sem ninguém no banco", afirmou.

O lateral-direito Jonathan, por sua vez, pediu concentração aos jogadores e minimizou a eventual punição. "Situação chata, o jogo é importante, penso que esse julgamento deveria acontecer depois do campeonato. Mas nosso pensamento é somente no Flamengo, se o Cuca não puder estar no banco, teremos que fazer nossa parte dentro de campo".

Além de Cuca, o zagueiro Gil e o meia Gilberto também serão julgados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva nesta sexta-feira. Os dois jogadores também foram expulsos na partida contra o Corinthians.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.