Staff/ Cruzeiro e Valladolid
Staff/ Cruzeiro e Valladolid

Cruzeiro lidera a Série B com inspiração no Valladolid, também de Ronaldo, na Espanha

Equipe espanhola que pertence ao ex-jogador disputa a Segunda Divisão no país e está na briga para retornar à elite, restando duas rodadas

Marcos Antomil, especial para o Estadão

16 de maio de 2022 | 10h00

Em sua terceira temporada consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro, é a primeira vez que o Cruzeiro assume a liderança da competição. Mirando o acesso, independentemente da colocação final, o clube celeste entende a relevância de retornar à elite do futebol brasileiro como o atual campeão. Sem comemorar um título desde 2019 (Campeonato Mineiro), a torcida se mostra sedenta por um troféu.

Diante da necessidade de retornar à Série A, o Cruzeiro tem em quem se espelhar. O coirmão Valladolid, que também tem Ronaldo Fenômeno como proprietário, está lutando para retornar à primeira divisão do Campeonato Espanhol e está a poucos pontos de alcançar o feito na Europa.

Rebaixado na última edição, o Valladolid se acostumou a brigar por posições intermediárias na elite do futebol espanhol, mas basta uma sequência de tropeços para que o fantasma do rebaixamento volte a assombrar a equipe de Castilla y León. Nas últimas 15 temporadas, o time lilás esteve em oito delas na primeira divisão e sua melhor colocação foi um 13º lugar (2019/2020).

Diferentemente das demais edições, em que penava para garantir o acesso e ficava alguns anos na segunda divisão, o Valladolid chegou à penúltima rodada do torneio com chances de confirmar o retorno de maneira direta ou participando dos playoffs. Restando apenas a 41ª e a 42ª rodadas, o time de Ronaldo é o terceiro colocado, com 75 pontos. A liderança é ocupada pelo Almería (79), e a segunda posição pertence ao Eibar (77). Com seis pontos em disputa, as primeiras colocações estão em aberto.

No Campeonato Espanhol da Segunda Divisão, os dois primeiros colocados se classificam diretamente para a elite. Do terceiro ao sexto lugar, duelos de playoff definem o último acesso. Neste momento, o Valladolid disputaria esse playoff, ao lado de Tenerife, Real Oviedo e Girona.

A margem de erro no futebol brasileiro, no entanto, é maior e oferece maiores possibilidades de oscilação. Como os quatro primeiros sobem diretamente, sem jogar mata-mata, para um clube tão grande quanto o Cruzeiro, o mais importante parece ser acabar com a pecha de time de segunda divisão, como nas últimas edições.

No Cruzeiro, Ronaldo apostou em algo obrigatório no futebol espanhol. Por causa do fair play financeiro, os clubes não podem gastar mais do que arrecadam. Na Espanha, o modelo adotado é ainda mais rigoroso por ser preventivo. Baseado na previsão orçamentária, define-se um teto de gastos de 70% dos valores a serem arrecadados. Desse modo, a nova direção do futebol do time mineiro vê no controle das dívidas a chance reconquistar seu espaço, apesar da situação extremamente delicada.

Assumir a liderança da Série B pode ser um importante ingrediente para o Cruzeiro. A trajetória ainda é longa, mas a melhora da autoestima que toma conta dos vestiários e das arquibancadas reforça o favoritismo celeste, dentro e fora das quatro linhas. Tanto que o técnico uruguaio Paulo Pezzolano tem sido cogitado em algumas equipes da elite. Ronaldo já afirmou que não abre mão do treinador: "Trabalho incrível que ele tem feito. A gente está no caminho certo", afirmou o ex-atacante, que tem ficado mais no Brasil do que na Espanha.

Com mais 31 rodadas pela frente na Série B do Campeonato Brasileiro e ainda a disputa da Copa do Brasil, o Cruzeiro tem caminhada extensa para seguir os passos do Valladolid e retornar à Série A. Nas próximas semanas, o sucesso esportivo na Espanha pode dar ainda mais pistas para o clube celeste alcançar seu objetivo. Se conseguir a façanha, Ronaldo poderá subir com seus dois times na mesma temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.