Cruzeiro pega San Lorenzo pela Copa Libertadores

Se empatar o duelo desta quinta-feira em Ipatinga, time garantirá classificação para as oitavas-de-final

Eduardo Kattah , O Estado de S. Paulo

02 de abril de 2008 | 19h26

O Cruzeiro encara nesta quinta-feira o San Lorenzo, em Ipatinga, no Vale do Aço mineiro, dependendo de apenas um empate para passar às oitavas-de-final da Copa Libertadores. O time mineiro, que lidera o Grupo 1 da competição, com oito pontos, foi beneficiado pela vitória do Real Potosí sobre o Caracas, por 3 a 1, na terça, na Bolívia. Veja também: Classificação  Resultados e calendário Com um ponto a menos que o Cruzeiro, a equipe argentina é a segunda colocada no grupo. O jogo, marcado para as 21 horas, foi transferido do Mineirão para o Ipatingão em função da realização de um show musical na sexta e no sábado, no estádio que fica no bairro da Pampulha. Para os jogadores celestes, a partida deve ser encarada como uma decisão, já que o Cruzeiro encerra sua participação na primeira fase diante do Real Potosí, na Bolívia, a cerca de 4 mil metros de altitude.CruzeiroFábio; Apodi, Thiago Martinelli, Espinoza e Jadílson; Marquinhos Paraná, Ramires, Henrique e Wagner; Marcelo Moreno e Marcinho (Guilherme)Técnico: Adilson BatistaSan Lorenzo-ARGÓrion; González, Méndez, Aguirre e Placente; Rivero, Torres, Bilos e D\'Alessandro; Bergessio e RomeoTécnico: Ramón DíazÁrbitro: Carlos Chandía (Fifa-CHI)Estádio: Ipatingão, em Ipatinga (MG)Horário: 21 horas"Sempre comento que em casa tem que se vencer, para depois no final a gente não precisar ir lá fora em busca de uma vitória", disse o meia Marcinho, que pode atuar no ataque. "Posso dizer que é uma final para nós". Os atletas também pretendem tirar proveito do clima festivo que envolve o adversário. O jogo será o primeiro após a comemoração do centenário de fundação do San Lorenzo, que vem de seis vitórias consecutivas. "A festa aqui tem de ser nossa, da nossa classificação", resumiu o volante Ramires. Diplomacia somente no âmbito da diretoria. Antes da partida, o presidente do Cruzeiro, Alvimar de Oliveira Costa, oferecerá ao clube argentino uma placa de congratulações pelo centenário. Nesta quarta, no Ipatingão, o técnico Adilson Batista voltou a comandar um treino secreto. Como de costume, o treinador também não confirmou o time que inicia o jogo. A tendência é que o lateral-direito Jonathan, que se recupera de uma leve contratura na coxa direita, fique de fora. A novidade deverá ser a estréia do volante Henrique com a camisa celeste.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa LibertadoresCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.