Cruzeiro quer atacar Coritiba na final

O técnico Luiz Felipe Scolari quer a vitória a qualquer custo no primeiro jogo da decisão da Sul-Minas, neste sábado à tarde, contra o Coritiba, na capital paranaense. Embora reconheça a força do adversário e saiba que o segundo jogo será em Belo Horizonte, Scolari arma um time ofensivo para tentar tirar a vantagem do Coritiba, que torna-se campeão com dois empates simples por ter feito melhor campanha na competição. "Entramos em busca de um resultado positivo", disse.Até a tarde de sexta-feira, a presença ou não de Geovanni na partida era a principal dúvida do treinador. O jogador queixava-se de dores na coxa esquerda e também de cansaço, em razão da longa viagem até Curitiba, onde a delegação desembarcou na quinta-feira. O Cruzeiro veio direto de Lima, no Peru, onde, na terça, estreou na Taça Libertadores da América com vitória de 1 a 0 sobre o Sporting Cristal.Caso Geovanni não se recupere a tempo, Scolari deve acionar Marcelo Ramos, que faria a dupla de ataque com Oséas. Desfalque certo na equipe de Belo Horizonte é o meia Ricardinho, um dos cruzeirenses convocados para o amistoso da seleção contra o Equador - o outro é o zagueiro Cris.Ricardinho sofreu uma contusão na vitória de 3 a 1 sobre o Atlético-MG, sábado passado, pelas semifinais da Sul-Minas, e sequer viajou para o Peru e para o Paraná. Marcos Paulo será o substituto e o restante do grupo deve ser o mesmo que iniciou a partida em Lima com Bosco, no gol, Maicon e o argentino Sorín, nas laterais, Cris e Luisão, na zaga, e Marcus Vinícius, Jackson e Jorge Wagner, no meio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.