Cruzeiro quer encerrar instabilidade diante do Palmeiras

Com uma campanha marcada pela instabilidade no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro volta a campo neste domingo contra o Palmeiras, com esperança de reencontrar o caminho da vitória para tentar retornar ao G-4. A partida da 13ª rodada da competição está marcada para as 18h30 no estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

MARCELO PORTELA, Agência Estado

29 de julho de 2012 | 06h52

Para tentar evitar mais um revés, o técnico Celso Roth estuda alterações no grupo em relação ao time que foi derrotado pelo Corinthians, na quarta-feira. Em alguns casos, por obrigação, já que o zagueiro Léo e o volante Sandro Silva estão suspensos. Já o lateral Ceará, que sentiu dores na coxa direita após o jogo em São Paulo, teve lesão descartada por exames médicos, mas ainda é dúvida para a partida deste domingo.

Na frente, porém, o técnico fez testes com o jovem Wallyson, que teve bom desempenho em competições anteriores mas caiu muito de produção no fim do ano passado. Em treinos na Toca da Raposa II, porém, ele chegou a assumir a vaga de Wellington Paulista.

Já o volante Charles pode voltar ao time após cumprir suspensão e deve atuar contra o Palmeiras. Roth adiantou também que pode usar novamente o zagueiro Victorino, que reclamou pela falta de oportunidades no time. "Minha intenção sempre foi ficar aqui. A prioridade é o Cruzeiro, mas estava jogando. Agora não estou indo para os jogos. Tenho de pensar também em convocações para a seleção, o que é importante para mim", declarou o zagueiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.