Cruzeiro quer superar tabu para se manter na liderança

O Cruzeiro enfrenta o Grêmio, nesta quarta-feira, disposto a superar um tabu de mais de seis anos para conseguir os três pontos fora de casa e garantir a permanência na liderança do Campeonato Brasileiro. A equipe mineira tem 25 pontos, os mesmos do Botafogo, mas tem saldo de 15 gols - sete a mais que a carioca. A partida, pela 14.ª rodada, está marcada para 21h50, na Arena Grêmio, em Porto Alegre.

MARCELO PORTELA, Agência Estado

14 de agosto de 2013 | 08h45

O time celeste entra em campo com pelo menos um desfalque confirmado. O lateral-direito Mayke será poupado pelo técnico Marcelo Oliveira por causa de desgaste físico e nem embarcou para o Rio Grande do Sul. "Vai jogar o Ceará", adiantou o treinador. Segundo ele, a sequência de jogos no Brasileirão e na Copa do Brasil exige muito dos atletas e é preciso "entrosamento com o departamento físico e o departamento fisiológico também" para definir quem tem condições de atuar.

O técnico ressaltou ainda que o desgaste muscular, que já o levou a deixar o volante Nilton de fora do confronto contra o Criciúma, na 12.ª rodada, atinge ainda "um outro jogador da defesa". "É o Bruno (Rodrigo). A gente pode detectar isso através dos exames, das imagens. Mas não seria o ideal trocar dois jogadores de uma defesa que vem jogando muito bem", avaliou.

Enquanto Mayke é poupado, o time recebe de volta o armador Everton Ribeiro, que cumpriu suspensão na última rodada - empate sem gols com o Santos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.