Divulgação/Vipcomm
Divulgação/Vipcomm

Cruzeiro reage e bate Náutico por 4 a 2 em casa

Jogo no Mineirão foi marcado por duas quedas de energia; Wellington Paulista é o destaque com três gols

BRUNO MARQUES, Agencia Estado

23 de agosto de 2009 | 21h37

Em jogo marcado por duas quedas de energia no Mineirão, o Cruzeiro manteve a sua recuperação no Campeonato Brasileiro e conseguiu, neste domingo, a segunda vitória seguida na competição. A equipe do técnico Adílson Batista derrotou o Náutico, por 4 a 2, e terminou a 21ª rodada na 12ª colocação, com 27 pontos. Já os pernambucanos continuam na zona de rebaixamento, com 21 pontos, e estão na 17ª posição.

 

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O atacante Wellington Paulista, que começou o jogo como titular, para substituir o atacante Kleber, poupado por sentir dores na região do púbis, marcou três vezes e ajudou o Cruzeiro a garantir o bom resultado em casa.

Os mineiros abriram o placar logo aos 15 segundos de jogo. O lateral-esquerdo Gilberto fez bom cruzamento e Wellington Paulista concluiu de cabeça. Precisando da vitória para sair da zona de rebaixamento, o Náutico não se abateu com o gol e foi ao ataque. O atacante Gilmar foi derrubado pelo zagueiro Gil dentro da área. O próprio Gilmar cobrou o pênalti aos sete minutos e empatou a partida para a equipe pernambucana.

Os cruzeirenses continuaram atacando e, aos 29 minutos, o volante Fabrício, de esquerda, deu um chute certeiro de fora da área e mandou a bola no ângulo direito do goleiro Gledson, deixando novamente a equipe mineira em vantagem. O Cruzeiro ainda marcou mais um gol no primeiro tempo. Henrique foi derrubado na área por Vágner Silva e aí foi a vez do árbitro Pablo dos Santos Alves marcar pênalti para os donos da casa. Aos 36 minutos, Wellington Paulista cobrou forte, com categoria, e fez o seu sétimo gol no Brasileirão.

O segundo tempo foi marcado por falhas no sistema de iluminação do Mineirão. Depois de um atraso de cerca de 30 minutos para o início da etapa complementar, a bola rolou por 15 minutos até a luz cair novamente, deixando a partida paralisada por mais 10 minutos.

Com o placar praticamente definido, o técnico Adílson Batista atendeu o pedido da torcida e promoveu a estreia do atacante Guérron. Aos 49 minutos, o equatoriano cruzou a bola na área e Wellington Paulista, de cabeça, marcou pela terceira vez na partida. O Náutico ainda teve tempo para marcar seu segundo gol. Aos 53 minutos, Carlinhos Bala recebeu a bola dentro da área, driblou a defesa e diminuiu o prejuízo.

O próximo compromisso do Náutico pelo Brasileirão será no sábado, quando receberá o Atlético-PR, nos Aflitos. Já o Cruzeiro joga no meio de semana, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, para repor a partida da 11ª rodada, adiada em função da final da Libertadores.

CRUZEIRO 4 X 2 NÁUTICO

Cruzeiro - Fábio; Jancarlos (Elicarlos), Gil, Leonardo Silva e Diego Renan; Marquinhos Paraná, Fabrício, Henrique, e Gilberto (Soares); Thiago Ribeiro (Guerrón) e Wellington Paulista. Técnico: Adílson Batista

Náutico - Gledson, Vágner Silva, Asprilla e Anderson Santana; Patrick (Sidny), Nílson (Rudnei), Derley, Juliano (Acosta) e Michel; Carlinhos Bala e Gilmar. Técnico: Geninho

Gols - Wellington Paulista, aos 16 segundos, Gilmar, aos 7, Fabrício, aos 29, Wellington Paulista, aos 36 minutos do primeiro tempo; Wellington Paulista, aos 49, e Carlinhos Bala, aos 53 minutos do segundo tempo

Árbitro - Pablo dos Santos Alves (RJ)

Cartões Amarelos - Gil, Marquinhos Paraná e Wellington Paulista (Cruzeiro); Derley, Michel, Vágner Silva e Nilson

Renda e público - Não disponíveis

Local - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.