Cruzeiro reage e empata com o Goiás

O Cruzeiro, atual campeão brasileiro, quasetropeçou no Goiás hoje. Mas reagiu, após estar perdendo por 2 a 0, empatou o jogo e só não virou o placar por sorte do seu adversário em partida disputada em velocidade. Os gols foram marcados por Paulo Baier e Rodrigo Tabata, pelo Goiás, com Dudu Carioca e Alex descontando para o Cruzeiro. Os dois times dividem a liderança, antes dos jogos de amanhã, com a Ponte Preta, todos com 4 pontos ganhos. Nada parecia indicar uma derrota do Cruzeiro, que no primeiro tempo, e fazendo uma excelente partida, perdeu pelo menos três boas chances de marcar. A melhor delas foi aos 7 minutos, no chute certeiro de Jussiê que obrigou Harlei a uma defesa precisa. O Goiás, porém, montou uma arapuca para o campeão. Jogando recuado (3-5-2) deu espaço para a celeste avançar enquanto saia em velozes contra-ataques. Aos 15 minutos, o Goiás tomou a bola no meio-campo e, numa troca rápida de passes entre Alex Dias e Rodrigo Tabata avançou. Paulo Baier recebeu de calcanhar, tocou no canto de Gomes, a bola tocou no travessão e entrou: 1 a 0. "O Cruzeiro tem muito para crescer e vai reagir no jogo", avisou Edu Dracena, zagueiro cruzeirense, no intervalo. No segundo tempo, e numa reação inesperada do Goiás, aos 15 minutos, começou a delinear o que seria a derrota cruzeirense. Alex recebeu livre, no flanco direito, dominou e lançou para Rodrigo Tabata que, dentro da área, bateu no canto e Gomes não alcançou a bola: 2 a 0. Em desvantagem, a celeste subiu com Alex e Jussiê acionando o ataque e ocupando espaços. O Goiás cansou e o Cruzeiro, aos 30 minutos encontrou uma brecha. De fora da área, e após falha da zaga goiana, Dudu Carioca bateu no canto e diminuiu para 2 a 1, aos 32 minutos. O time partiu pra cima em busca da vitória. Harlei impediu o empate, aos 36 minutos, no ataque com Maurinho. Mas Alex, de cabeça, ?matou? o goleiro e fez 2 a 2, aos 39 minutos. Dudu, aos 42 minutos encobriu Harlei e o travessão, e perdeu o gol da virada. O resultado do jogo e a disposição dos jogadores não empolgaram os técnicos: "O Goiás fez uma partida razoável mas ainda tem muita coisa para acertar e está longe de seu ideal", avaliou o treinador Celso Roth. "A posse de bola foi do Cruzeiro, que procurou espaço e o empate, mas ainda tem algumas modificações a fazer", disse Paulo César Gusmão após o jogo. Próximos jogos: O Goiás enfrenta a Ponte Preta, na quarta-feira, no Moisés Lucarelli, em Campinas; o Cruzeiro pega o Criciúma (SC), também na quarta-feira, no Mineirão, em Belo Horizonte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.