Gustavo Aleixo/ Cruzeiro
Gustavo Aleixo/ Cruzeiro

Cruzeiro recebe o Avaí em busca do título simbólico do returno do Brasileirão

Para terminar o ano em alta, equipe celeste busca continuar com o excelente retrospecto das últimas rodadas

Estadao Conteudo

15 Novembro 2017 | 06h34

Garantido na Copa Libertadores e sem chances de conquistar o título e também livre do rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro poderia até colocar o time sub-15 para atuar nas quatro rodadas que restam da competição. Mas a equipe celeste, mesmo sem pretensões, tem tido um excelente retrospecto nas últimas rodadas e é dona da melhor campanha do segundo turno.

+ Corinthians enfrenta o Fluminense para garantir a festa e o título na arena

+ Borja volta em alta e acirra disputa no ataque do Palmeiras

Para terminar o ano em alta, o Cruzeiro enfrenta o Avaí nesta quarta-feira, às 19h30, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela 35.ª rodada do Brasileirão. O adversário vive situação complicada e é o 19.º e penúltimo colocado com 35 pontos, a quatro de sair da zona de rebaixamento.

A equipe mineira está em quinto lugar, com 54 pontos. Se for levado em conta apenas os pontos do segundo turno, somou 27, um a mais do que Botafogo e São Paulo. O Corinthians, que pode ser campeão nesta quarta-feira, é apenas o 10.º colocado do returno com 21 pontos.

Contra o Avaí, o técnico Mano Menezes deve fazer ao menos duas alterações em relação ao time do Cruzeiro que venceu o Fluminense por 3 a 1 na última rodada. Os zagueiros Léo e Digão disputam a vaga de Murilo, que levou o terceiro cartão amarelo. O volante Henrique volta de suspensão e entra no lugar de Lucas Silva.

No entanto, a principal novidade que pode ir a campo nesta quarta-feira é o lateral-direito Rafael Galhardo. O jogador chegou ao Cruzeiro em julho, mas ainda não estreou. Em um jogo festivo, ele rompeu os ligamentos do joelho direito e precisou passar por cirurgia. Desde então se recupera. Há um mês vem treinando com o restante do grupo e neste duelo pode entrar na vaga de Ezequiel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.