Vinnicius Silva / Cruzeiro
Vinnicius Silva / Cruzeiro

Cruzeiro recebe o Corinthians e tenta encerrar sequência de 7 jogos sem vencer

Comandados de Mano Menezes vêm de dois empates no campeonato e não vencem há um mês

Redação, Estadão Conteúdo

08 de junho de 2019 | 12h09

Animado pela classificação às quartas de final da Copa do Brasil, depois de vencer o Fluminense nos pênaltis, mas em má fase, o Cruzeiro entra em campo neste sábado, às 19 horas, para enfrentar o Corinthians no Mineirão com a missão de encerrar um jejum de jogos sem vencer.

A última vitória do time mineiro foi em 5 de maio, quando bateu o Goiás por 2 a 1, pela terceira rodada do torneio. Depois disso, os comandados de Mano Menezes, surpreendentemente, tiveram uma queda considerável no desempenho e não triunfaram mais. Com a campanha ruim no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro é só o 15º colocado, com sete pontos.

O que dá um pouco de alento aos torcedores é que as últimas duas apresentações, mesmo sem vitória, contra São Paulo (1 a 1) e Fluminense (2 a 2) mostraram uma melhora no rendimento. Além disso, o retrospecto recente positivo diante do Corinthians também pode animar.

A última derrota para o Corinthians foi no primeiro turno do Brasileirão do ano passado, quando o time paulista fez 2 a 0. Depois disso, o Cruzeiro enfrentou o rival de São Paulo três vezes e venceu todas. Dois destes duelos foram pela final da Copa do Brasil de 2018 e terminaram em 2 a 1 a favor dos mineiros, que faturaram o bicampeonato do torneio.

"O jogo contra o Fluminense foi de muito aprendizado para a nossa equipe. Agora estamos mais maduros e cascudos", garantiu o atacante Sassá, que tem grande chance de começar entre os titulares, já que Fred, com um incômodo na coxa, dificilmente jogará "Estou preparado. Tem que fazer gol. O que importa para atacante é fazer gol", disse Sassá.

Fred, que deixou o campo mais cedo na última partida contra do Fluminense, não teve lesão constatada na coxa direita. No entanto, os exames de imagens mostraram que o jogador tem um edema no local. Assim, é muito improvável que jogue neste sábado.

O lateral-direito Edilson, que ficou de fora dos últimos três jogos em razão de um estiramento na panturrilha direita, iniciou o trabalho de transição no campo e ainda não está pronto para voltar. Na outra lateral, deve continuar Dodô pois Egídio trata uma virose.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.