Cruzeiro rejeita dar nova multa a Gilberto por expulsão

O diretor de futebol do Cruzeiro, Eduardo Maluf, negou nesta sexta-feira que o clube multará Gilberto pela expulsão contra o Vélez Sarsfield, pela Copa Libertadores, em partida na Argentina em que os brasileiros acabaram derrotados por 2 a 0.

AE, Agencia Estado

12 de fevereiro de 2010 | 15h17

Gilberto já havia sido expulso contra o Real Potosí, pela fase preliminar da Libertadores. E na ocasião, a diretoria do clube mineiro optou por multar o jogador.

"O Gilberto não vai ser punido. Lógico que a gente vai conversar com ele, é uma sequência de jogos com muitas expulsões e começa o jogador a ficar marcado com a arbitragem. Mas a gente entende que não foi um lance de indisciplina", avaliou Maluf.

A derrota para o Vélez Sarsfield na quarta-feira também foi analisada pelo dirigente. "Jogar na Argentina é muito difícil. Pela circunstância que foi, eu acho que o Cruzeiro tem que fazer a parte dele, conseguir as vitórias aqui. Não vemos o Vélez como um bicho-papão. É um time bom, mas o Cruzeiro também é uma equipe boa", opinou o dirigente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.