Cruzeiro se espelha no São Caetano

Os jogadores do Cruzeiro decidiram recorrer ao exemplo do São Caetano para evitar o clima de "já ganhou" no segundo e decisivo jogo da final da Copa dos Campeões, neste domingo, às 16h, no estádio Castelão, em Fortaleza (CE), contra o Paysandu (PA). A derrota em casa para o Olimpia, no tempo normal e nos pênaltis - depois que o time paulista havia vencido o primeiro jogo, em Assunção, no Paraguai -, que resultou na perda do título da Copa Libertadores, é encarada como uma lição pelos comandados do técnico Marco Aurélio. A equipe mineira, mesmo jogando em Belém, venceu por 2 a 1 a primeira partida da decisão, na última quarta-feira. "Serve como aprendizado e a gente também deve pensar no jogo do São Caetano, que é mais uma lição para nós jogadores. Todo mundo dava o São Caetano como vencedor, que ia ser campeão e foi derrotado e acabou perdendo o título. Nós não somos diferentes não, sabemos das nossas qualidades e das qualidades do nosso adversário. Eles vão querer vencer de qualquer maneira e por isso precisamos ter a mesma atitude do último jogo", disse o lateral-esquerdo Leandro, um dos destaques do time celeste no primeira partida da decisão. Leandro, que foi contratado este ano ao Vitória, da Bahia, com a difícil missão de substituir o argentino Sorín, ídolo da torcida cruzeirense, espera pelo apoio dos cearenses. O Departamento de Marketing do clube informou que antes da partida, serão distribuídas 20 mil bandeiras e diversos brindes para os torcedores que comparecerem ao Castelão. Marco Aurélio não tem problemas para o jogo decisivo, que vale uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem. Apesar da boa atuação e do gol que fez, após entrar no segundo tempo, o atacante Joãozinho deverá permanecer no banco de reservas. A tendência é que o treinador mantenha Lucas no time, formando dupla de ataque ao lado de Fábio Júnior.

Agencia Estado,

02 Agosto 2002 | 16h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.