Divulgação
Divulgação

Cruzeiro se reabilita e vence Santo André fora de casa

Kléber e Diego Renan fazem os gols da vitória por 2 a 0 da equipe mineira em confronto no ABC paulista

Agencia Estado

22 de julho de 2009 | 21h51

O Cruzeiro espantou de vez o fantasma do vice na Copa Libertadores e na noite desta quarta-feira, em pleno Estádio Bruno José Daniel, bateu o Santo André por 2 a 0, pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Kléber, com passe de Thiago Ribeiro, e Diego Renan, logo após entrar, marcaram os gols cruzeirenses no segundo tempo.

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A vitória, a primeira fora de casa, fez o Cruzeiro respirar no Brasileirão, chegando 13 pontos e se afastando das últimas colocações. Enquanto isso, o Santo André estacionou nos 17 pontos, ficando em posição intermediária na tabela.

O primeiro tempo foi amplamente dominado pelo Cruzeiro. Mas a grande oportunidade nos 45 minutos iniciais foi do Santo André. Aos 44, Élvis cortou o zagueiro e passou no meio de outros dois. Mas quando chutou, na cara do gol, acabou travado.

O Cruzeiro seguiu melhor no segundo tempo. Logo aos quatro minutos, Bernardo bateu falta na trave. Aos 14 minutos, Thiago Ribeiro rolou na medida para Kléber, já na área. O atacante bateu colocado e abriu o placar.

Aos 23 minutos, Diego Renan, que acabara de entrar na vaga de Bernardo, recebeu livre, cortou o zagueiro e bateu cruzado. Um golaço para dar números finais ao jogo.

Pela 14.ª rodada, o Santo André vai a Porto Alegre encarar o Grêmio, no sábado, às 18h30. Enquanto isso, o Cruzeiro pega o Fluminense, no Rio de Janeiro, domingo, às 18h30.

SANTO ANDRÉ 0 X 2 CRUZEIRO

Santo André - Neneca; Cicinho, Vinícius, Cesinha e Arthur (Pablo Escobar); Fernando, Ricardo Conceição, Élvis e Rodrigo Fabri (Bruno César); Antônio Flávio (Ricardo Goulart) e Nunes. Técnico: Sérgio Guedes

Cruzeiro - Fábio; Jontahan (Vinícius), Henrique, Fabinho e Gerson Magrão; Fabrício, Marquinhos Paraná, Elicarlos e Bernardo (Diego Renan); Kléber e Wellington Paulista (Thiago Ribeiro). Técnico: Adilson Batista

Gols - Kléber, aos 14, e Diego Renan, aos 23 minutos do segundo tempo

Árbitro - Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)

Cartões amarelos - Cesinha e Elvis (Santo André); Fabrício (Cruzeiro)

Público - 1.709 pagantes

Renda - R$ 32.670,00

Local - Estádio Bruno José Daniel, em Santo André (SP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.