Divulgação
Divulgação

Cruzeiro se reúne com gestora do Mineirão por jogos no estádio em 2020

Equipe não quer mandar jogos no interior ao longo da temporada 2020, apesar de rompimento do contrato com a arena em 2019

Redação, Estadão Conteúdo

04 de janeiro de 2020 | 16h23

O rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro e a mudança na gestão do clube têm agitado os bastidores do Cruzeiro nas últimas semanas. Em busca de definições para a temporada 2020, a nova diretoria tem realizado uma série de reuniões. E uma delas se deu com a Minas Arena, empresa gestora do Mineirão, para uma definição se o estádio seguirá sendo a principal casa do time neste ano.

"O Cruzeiro EC convidou nesta sexta-feira, 3 de janeiro, a diretoria da Minas Arena para uma reunião na Sede Administrativa do Clube, visando um melhor relacionamento comercial entre as duas instituições no ano de 2020, e que o Cruzeiro possa continuar jogando no Mineirão as competições da temporada, descartando a possibilidade de fazer seus jogos em estádios do interior", revelou o Cruzeiro, em nota oficial.

Desde 2013, quando foi reaberto após obras para a Copa do Mundo de 2014, o Mineirão foi o palco da maior parte dos jogos do Cruzeiro como mandante. No entanto, a relação entre a diretoria do clube e a gestão do estádio se deteriorou em meses recentes, com a antiga gestão, presidida por Wagner Pires de Sá, chegando a avaliar a possibilidade de realizar mais partidas no Independência a partir de 2020.

O Cruzeiro possui uma dívida estimada em R$ 26 milhões com a Minas Arena. E o contrato de fidelidade do clube com a administradora do Mineirão foi rompido no ano passado, com o clube passando a negociar acordos pontuais para seus jogos na temporada 2019.

Agora, então, o Cruzeiro busca a assinatura de um novo contrato com a Minas Arena, sendo que a expectativa é para que uma proposta comercial seja apresentada nas próximas semanas, em um novo encontro entre as diretorias.

"O CEO do clube, Vittorio Medioli, e demais membros do Núcleo Dirigente Transitório estiveram reunidos com o diretor da Minas Arena, Samuel Lloyd, que ficou de apresentar uma nova proposta comercial a ser discutida entre as partes para a formatação de um novo contrato. Nos próximos dias haverá outro encontro já com os números que serão apresentados pela Minas Arena para uma análise em conjunto", acrescentou o clube.

A estreia oficial do Cruzeiro em 2020 está agendada para 22 de janeiro, diante do Boa, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro, no Mineirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.