Cruzeiro segue na Copa dos Campeões

Dois jovens talentos do Cruzeiro contribuíram para a classificação da equipe mineira para as semifinais da Copa dos Campeões. Atrás, o goleiro Jefferson defendeu pelo menos quatro bolas que poderiam ter mudado a história do jogo contra o Goiás. Do meio para a frente, o meia Jussiê fez o primeiro gol e construiu a jogada do segundo gol, marcado por Fábio Júnior. O Goiás pressionou toda a partida, mas não teve competência para empatar, apesar de jogar com um homem a mais durante metade do segundo tempo. Antes da partida, o campeão mundial Cafu apareceu no Machadão para entregar uma taça de campeão do Grupo C ao zagueiro Cris, do Cruzeiro, e comentou que o seu pensamento é continuar na Roma, embora tenha recebido duas propostas de clubes europeus. "O Campeonato Italiano vai começar dia 28 de agosto e esta semana de descanso em Natal serviu para recuperar as energias", frisou o lateral-direito da seleção brasileira. O Cruzeiro partiu para nocautear o Goiás logo no começo do jogo. No primeiro minuto da partida, Jussiê aproveitou uma falha da defesa do Goiás e sozinho chutou sem defesa para Harley. Na maior parte do primeiro tempo o Cruzeiro manteve a tranquilidade e segurou bem os ataques do Goiás.Só aos 43 minutos, a equipe do Centro-Oeste ameaçou o gol de Jefferson. O atacante Zé Carlos recebeu ótimo passe de Evair e mandou para o gol, obrigando o goleiro a fazer sua primeira grande defesa no jogo. Dois minutos depois, Jefferson impediu outra tentativa de Zé Carlos, num chute de longa distância; e aos 47, espalmou um chute colocado de Marabá. O segundo tempo foi eletrizante. O Goiás tentou o empate a todo custo, em jogadas de Araújo, e sempre contando com as intervenções de Jefferson. Quando mais ameaçava o Cruzeiro, o time do técnico Edinho sofreu o segundo gol. Aos 20 minutos Jussiê - melhor jogador em campo - driblou quatro jogadores do Goiás, foi à linha de fundo e rolou para Fábio Júnior, que no meio da área só teve o trabalho de meter para o gol. Aos 24 minutos, o Cruzeiro perdeu Ricardinho, que já tinha cartão amarelo, colocou a mão na bola e foi expulso. Sem desistir do ataque, o Goiás marcou por meio de Araújo, depois de ser servido por Finazi, dentro da área. Depois do gol, o Cruzeiro fechou-se no meio e garantiu a vitória por 2 a 1. Antes da partida, o campeão mundial Cafu apareceu no Machadão para entregar uma taça de campeão do Grupo C ao zagueiro Cris, do Cruzeiro, e comentou que o seu pensamento é continuar na Roma, embora tenha recebido duas propostas de clubes europeus. "O Campeonato Italiano vai começar dia 28 de agosto e esta semana de descanso em Natal serviu para recuperar as energias", frisou o lateral-direito da seleção brasileira. Edílson - O diretor de Futebol do Cruzeiro, Eduardo Maluf, confirmou a liberação do atacante Edílson, que acertou contrato até 30 dejunho de 2004 com o clube japonês do Kashiwa Reysol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.