Cruzeiro sem Edílson contra Atlético

O técnico do Cruzeiro, Marco Aurélio quer o time mostrando um futebol de toques rápidos neste domingo à tarde, em Curitiba, contra o Atlético-PR, na estréia das equipes na Copa Sul-Minas. O Cruzeiro, em busca do bicampeonato da competição - o primeiro título foi conquistado ano passado, ainda sob o comando de Luiz Felipe Scolari -, não terá em campo o principal contratado para a temporada - o atacante Edílson, ex-Flamengo -, mas o treinador promete uma equipe diferente da que frustrou os trocedores no segundo semestre de 2001."O grupo é bom, determinado e entusiasmado e nossa intenção é fazê-lo jogar sempre em velocidade, em direção ao gol", disse. O fato de enfrentar o último campeão brasileiro não representa preocupação extra para o técnico. "Os resultados de ontem são o passado", disse. Mesmo sem Edílson e também sem o centroavante Fábio Júnior, que, como o "capetinha", está em processo de recuperação da condição física, o Cruzeiro apresentará duas caras novas: o atacante Lúcio, cujo passe foi adquirido da Portuguesa, e o armador Vander, transferido do Rennes, da França.Lúcio forma a frente com o garoto Jussiê, considerado a revelação do Cruzeiro no ano passado. Jefferson, de 18 anos, assume a titularidade do gol, já que André continua se recuperando de contusão no joelho.Cris e Luisão serão os zagueiros e Maicon e Sorín, os laterais. Recife e Ricardinho formam a dupla de volantes. Na armação, Vander estará ao lado de Jorge Wagner. A expectativa dos cruzeirenses, embora respeitando o adversário, que joga em casa, com apoio da torcida, e vem de excelente campanha no ano passado, é por fazer uma grande exibição."Não acho que eles sejam favoritos e estamos confiantes", afirmou Marco Aurélio.

Agencia Estado,

19 de janeiro de 2002 | 16h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.