Washington Alves/Light Press
Washington Alves/Light Press

Cruzeiro só empata com a Caldense no Mineirão e frustra os torcedores

Equipe celeste deixa vitória escapar na segunda etapa pouco após marcar e vê Atlético-MG na frente com duas rodadas de competição

Estadão Conteúdo

08 de fevereiro de 2015 | 19h17

O gramado em mau estado e a boa marcação da Caldense atrapalharam os planos do Cruzeiro em seu primeiro jogo no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em 2015. A torcida, que esperava vitória dos donos da casa e atuais bicampeões do Brasileiro, teve de se contentar com um amargo 1 a 1. Isso porque a equipe celeste até saiu na frente, mas não conseguiu segurar a vantagem. A partida foi válida pela segunda rodada do Campeonato Mineiro.

É verdade que o cenário já não era dos melhores para o Cruzeiro ainda nos vestiários. Sentindo dores no ombro, o zagueiro Bruno Rodrigo acabou vetado pelo departamento médico. Em seu lugar foi escalado Fabiano, que fez a estreia com a camisa celeste. Mesmo assim, o time do técnico Marcelo Oliveira era tido como favorito.

A disputa travada durante todo o primeiro tempo, no entanto, jogou por terra esta percepção. A primeira chance real de gol só saiu aos 26 minutos e foi para a equipe de Poços de Caldas, com cobrança de falta na entrada da área. Apesar dos temores, o chute de Rafael Estevam bateu na barreira e foi longe. Já a chance do Cruzeiro apareceu aos 39, após um bate e rebate que terminou com chute forte de Willian à esquerda da meta de Rodrigo Viana.

Na etapa final, os jogadores se soltaram mais no campo recém-plantado e, neste domingo, encharcado pelas chuvas. Logo no início, Willian tabelou com Leandro Damião e conseguiu chutar por cima do goleiro da Caldense para abrir o placar no Mineirão. A euforia da torcida, contudo, durou apenas dois minutos, interrompida por Luiz Eduardo, que aproveitou cobrança de lateral e falha de Léo para empatar em 1 a 1.

Com a igualdade no marcador, o Cruzeiro partiu para cima na tentativa de sair com a vitória. William e Joel tiveram suas oportunidades, assim como Ewerton Maradona e Zambi, pela Caldense. Nos 10 minutos finais, o ímpeto celeste perdeu força e a disputa, travada novamente, terminou mesmo empatada - resultado suficiente para algumas vaias.

A Caldense volta a campo pelo Campeonato Mineiro às 17 horas do próximo sábado contra o Tombense, no estádio Ronaldão, em Poços de Caldas. Já o Cruzeiro vai até a Arena do Calçado, em Nova Serrana, para enfrentar o Guarani, de Divinópolis. Com quatro pontos, o time celeste já vê o rival Atlético à sua frente, na liderança, com seis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.