Washington Alves/Lightpress
Washington Alves/Lightpress

Cruzeiro só empata com Mamoré, mas reassume a liderança do Mineiro

Time de Patos de Minas abre 3 pontos na luta contra o rebaixamento

Estadão Conteúdo

26 Março 2015 | 00h09

O Cruzeiro não jogou bem e sofreu para conseguir o empate com o Mamoré por 1 a 1, em pleno estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em partida adiada da oitava rodada, mas reassumiu a liderança do Campeonato Mineiro, que estava com a Caldense. Os dois times estão agora com 21 pontos, mas o time da capital leva vantagem no saldo de gols: 15 a 11. Faltam duas rodadas para o término da fase de classificação e ambos já estão classificados às semifinais.

Já o Mamoré comemorou muito o resultado histórico obtido em Belo Horizonte. Poderia até ter ganhado a partida, pois levou muito perigo ao gol de Fábio, mas vibrou com o empate que o levou à oitava colocação, com oito pontos. Na briga para fugir do rebaixamento, tem três pontos a mais que o Democrata, de Governador Valadares, hoje o 11.º colocado. Entre eles ainda estão URT e Boa, com sete pontos cada.

Em campo, o Cruzeiro pareceu que iria ter muita facilidade para vencer. Logo com cinco minutos, o centroavante Leandro Damião acertou a trave do Mamoré. Mas ficou nisso. O time de Patos de Minas praticamente não atacou, mas soube se defender bem. Nas poucas oportunidades, especialmente em bola parada, o visitante assustou e fez o seu gol. Aos 9 minutos do segundo tempo, Juliano aproveitou cobrança de falta e cabeceou sem chances para Fábio.

A partir daí, a pressão do Cruzeiro, meio desorganizada, foi enorme. Em uma jogada de inteligência de Joel, já aos 41 minutos, que avançou com a bola da intermediária e chutou rasteiro da entrada da área, Leandro Damião aproveitou o rebote e chutou colocado na saída do goleiro Gilberto para empatar a partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.