Washington Alves/Divulgação
Washington Alves/Divulgação

Cruzeiro sua, mas bate o Boa e abre vantagem na semi

Na outra semifinal, rival Atlético-MG goleia o América-MG

Agência Estado

23 de março de 2014 | 20h37

VARGINHA - Líder da primeira fase do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro entrou em campo como grande favorito na primeira partida da semifinal diante do Boa, neste domingo, mas teve muito mais dificuldade do que o esperado. Atrapalhado pela boa atuação do adversário e pela trave, a equipe suou muito em Varginha, mas conseguiu a vitória por 1 a 0 no fim, graças ao gol de Júlio Baptista já aos 42 minutos do segundo tempo.

O resultado deixa o Cruzeiro em situação confortável na briga por uma vaga na decisão, já que o Boa precisará vencer por dois gols de diferença na volta, domingo que vem, no Mineirão, se quiser avançar. Na outra semifinal, o Atlético-MG praticamente garantiu a classificação ao golear o América-MG por 4 a 1 no jogo de ida.

O Cruzeiro dominou a posse de bola na partida deste domingo e teve boas chances no primeiro tempo. Júlio Baptista e Willian levavam muito perigo. Willian, aliás, acertou a trave do adversário em duas oportunidades na etapa inicial, ambas em chutes de longe, aos dois e aos 17 minutos.

Na volta do intervalo, o Boa se animou um pouco e chegou a assustar, mas o jogo era todo do Cruzeiro. Aos 32 minutos, Marcelo Moreno aproveitou sobra após saída do goleiro Leandro e tentou de primeira, de fora da área, acertando o travessão. Somente aos 42 minutos, Júlio Baptista marcou, aproveitando cruzamento da esquerda de Samudio. Os jogadores do Boa reclamaram de falta do meia adversário, mas não adiantou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato MineiroCruzeiroBoa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.