Gualter Naves/Light Press
Gualter Naves/Light Press

Cruzeiro supera o Sport por 2 a 0 e dorme líder do Brasileirão

Com desempenho completamente diferente nas duas etapas, a equipe mineira chega aos 13 pontos

Marcelo Portela, Agência Estado

21 de maio de 2014 | 23h08

BELO HORIZONTE - O Cruzeiro assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira ao derrotar o Sport por 2 a 0, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Com um desempenho completamente diferente nas duas etapas da partida, a equipe mineira conseguiu chegar aos 13 pontos e, favorecida pelo empate do Internacional com o Coritiba, dormiu na ponta isolada, enquanto que o time pernambucano está com 7 pontos na parte intermediária da tabela de classificação.

Mas a equipe anfitriã deu um susto em sua torcida. Durante todo o primeiro tempo o time mineiro levou um baile dos visitantes diante da própria torcida, que não se acanhou em vaiar muito ao fim da etapa inicial. Porém, mesmo com a retomada do futebol celeste no segundo tempo, o Sport manteve uma postura ofensiva e as duas equipes protagonizaram um belo espetáculo, com um jogo franco e limpo, sem que o árbitro precisasse mostrar nenhum cartão.

Mesmo jogando diante de sua torcida, o Cruzeiro teve alguma dificuldade de se encontrar no início da partida e contou principalmente com erros do adversário nas jogadas em que levou mais perigo ao gol pernambucano. O Sport começou a se sentir à vontade em campo, abrindo mais o jogo e até aplicando belos dribles nos jogadores celestes - em cinco minutos Leonardo deu um chapéu em Ricardo Goulart e Augusto César, em Egídio.

E a cada minuto da etapa inicial o Sport dominou mais a partida e começou a chegar com facilidade ao ataque. Apesar de o Cruzeiro ter tido ao menos duas boas chances, que não resultaram em gol por causa de erro de finalização e de uma boa defesa de Magrão, a defesa cruzeirense teve muito mais trabalho e Fábio também teve que trabalhar.

O Cruzeiro bem que tentava retribuir a pressão, mas durante toda a etapa inicial foi o Sport que se sentiu em casa e a marcação rubro-negra anulava qualquer tentativa de saída adversária. Tanto que, aos 30 minutos, Leonardo aproveitou bobeada da zaga após lançamento de Durval e mandou para o fundo da rede, gol que a arbitragem anulou apontando falta de ataque. Nos minutos finais do primeiro tempo, o time mineiro conseguiu melhorar um pouco o desempenho, mas nada que assustasse os visitantes e as equipes deixaram o gramado para o intervalo sob vaias.

Ao retornar para a etapa final, o Sport tentou impor o mesmo ritmo, mas os donos da casa voltaram ao campo parecendo dispostos a assumir o controle da partida. Aos cinco minutos, Dagoberto cobrou falta e, ao tentar cabecear, Ricardo Goulart acertou o joelho na bola e abriu o placar para o Cruzeiro. O gol não intimidou os visitantes e o técnico do Sport, Eduardo Baptista, manteve o time no ataque.

Mas, ao contrário do primeiro tempo, a marcação celeste passou a funcionar e foi o Sport que começou a encontrar dificuldades de criar as jogadas. O jogo aberto do adversário também facilitou os avanços cruzeirenses e, aos 31 minutos, William fez valer sua entrada na partida e fez um cruzamento preciso que Marcelo Moreno aproveitou com precisão para fazer o segundo, placar que o time ainda tentou ampliar, mas sem sucesso.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 2 x 0 SPORT

CRUZEIRO - Fábio; Mayke, Léo, Bruno Rodrigo e Egídio; William Farias, Nilton, Éverton Ribeiro (William) e Ricardo Goulart (Souza); Dagoberto (Luan) e Marcelo Moreno. Técnico: Marcelo Oliveira.

SPORT - Magrão; Patric, Ferron, Durval e Renê; Rodrigo Mancha, Rithely, Augusto César (Mike) e Renan Oliveira (Felipe Azevedo); Leonardo (Aílton) e Neto Baiano. Técnico: Eduardo Baptista.

GOLS - Ricardo Goulart, aos 5, e Marcelo Moreno, aos 31 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Não houve.

ÁRBITRO - Felipe Gomes da Silva (PR).

RENDA - R$ 403.720,00.

PÚBLICO - 13.679 pagantes (15.067 no total).

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCruzeiroSport

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.