Cruzeiro também admite ir à Fifa

Assim como Santos e Internacional, o Cruzeiro também pensa em recorrer à Fifa para reverter a anulação dos 11 jogos do Campeonato Brasileiro - o STJD decidiu repetir as partidas apitadas por Edílson Pereira de Carvalho por causa do escândalo na arbitragem. Por conta disso, o clube mineiro teve que refazer os confrontos com Botafogo e Paysandu, perdendo 5 dos 6 pontos que havia conquistado anteriormente.?Quando forem esgotadas as instâncias esportivas, iremos até a Fifa para buscar nossos direitos?, avisou Ildeu da Cunha Pereira, do departamento jurídico do Cruzeiro, que foi um dos 5 clubes a entrar com recurso no STJD para cancelar a repetição das partidas. Apesar da revolta, o Cruzeiro trata com cautela a possibilidade de ação na Justiça Comum para resolver o caso. ?É uma decisão política. Mas precisamos primeiro esgotar todas as possibilidades na Justiça Desportiva?, disse Ildeu da Cunha Pereira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.