Cruzeiro tenta acerto com Viola

Depois de Edmundo, o Cruzeiro tenta agora a contratação de outro atacante vascaíno: Viola. O presidente do clube mineiro, Zezé Perrella, confirmou hoje que manteve contatos com o jogador para reforçar ainda mais a equipe, que trouxe, nos últimos dias, Edmundo, o meia colombiano Rincón, os zagueiros João Carlos e Fábio Luciano, ex-Corinthians, e o centroavante Leonardo, ex-Sport. Ao contrário do ex-colega de Vasco, Viola não entrou em litígio trabalhista com o clube carioca. Ele ganhou direito ao próprio passe por meio de negociações diretas com os dirigentes. Já Edmundo só conquistou o passe - e também uma indenização relativa a salários atrasados - ao ter uma setença favorável da 54a Junta de Conciliação e Julgamento da Justiça do Trabalho, no Rio. Apesar do interesse e das primeiras conversas, Perrella informou que um acordo com Viola ainda está distante. "Fizemos uma proposta, mas ele pediu cerca de 40% a mais do que oferecemos", disse. Mesmo assim, os cruzeirenses ainda têm esperança num acerto com o atacante, cujo contrato com o Vasco vence no dia 20. "Vamos aguardar para ver se atingimos um ponto comum", ressaltou o presidente. Fax - A diretoria do Cruzeiro recebeu nesta quinta-feira um fax do Vasco da Gama, informando que Edmundo, mesmo com a vitória em primeira instância da Justiça Trabalhista, continua em litígio com o ex-clube. Isso significa que o contrato que o atacante fez com a equipe mineira pode até ser cancelado, dependendo do andamento da ação judicial. Perrella assegurou, no entanto, que isso não preocupa, já que Edmundo comprometeu-se a rescindir o compromisso sem ônus para o Cruzeiro, caso haja qualquer problema. O presidente do clube de Minas também comentou o interesse do Grêmio pelo passe do centroavante Oséas e adiantou que, caso haja uma boa proposta - dirigentes gremistas devem estar em Belo Horizonte nos próximos dias para tratar do assunto -, isso facilitaria a contratação de Viola. A troca que poderia acontecer envolvendo os passes do meia celeste Jackson e do armador são-paulino Souza foi cancelada, segundo Perrella.O mais provável, informou ele, é que Jackson seja negociado com o Internacional. Enquanto os dirigentes estudam e anunciam contratações, a delegação do Cruzeiro continua no México, onde participa entre a sexta-feira e o domingo de um torneio Internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.