Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Cruzeiro tenta superar o Cuiabá para ainda sonhar com o G-4 da Série B

Comandados de Felipão ocupam a modesta 11ª colocação com 40 pontos, a nove da zona de acesso

Redação, Estadão Conteúdo

29 de dezembro de 2020 | 08h22

A última missão do Cruzeiro antes do centenário e de 2021 não será nada fácil. Os comandados do técnico Luiz Felipe Scolari tentarão parar o Cuiabá nesta terça-feira, às 21h30, no Independência, em Belo Horizonte, pela 32.ª rodada, para seguirem com chances de acesso na Série B do Campeonato Brasileiro.

Derrotado pela Ponte Preta em seu compromisso anterior e sem vencer há três jogos, o Cruzeiro ocupa a modesta 11ª colocação com 40 pontos, a nove da zona de acesso. O Cuiabá, por sua vez, aparece no terceiro lugar com 50 pontos. Mas o clube mato-grossense vem de derrota para o Náutico, no Recife.

No Cruzeiro, Felipão terá a volta dos experientes Fábio e Rafael Sóbis. O goleiro e o atacante ficaram de fora na rodada passada por estarem suspensos. Fábio, de contrato renovado, ficará no lugar de Lucas França, enquanto Sóbis pegará a vaga de Thiago.

"Muita gente vem falando que não dá, mas o grupo não pensa dessa forma. Sei que a gente deu uma oscilada nessas duas últimas partidas, mas temos que ter fé e se preparar bem para os jogos, por enquanto ninguém pode afirmar nada ainda", disse Fábio, que ainda não havia desfalcado o time na Série B.

No Cuiabá, o técnico Allan Aal tem problemas para definir a escalação. O lateral-esquerdo Romário e o volante Auremir receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensão automática. Alexandre Melo e Matheus Barbosa devem ser os substitutos.

O meia Rafael Gava se contundiu contra o Náutico e não viajou para Belo Horizonte. O também meia Elvis continua vetado pelo departamento médico. Assim, Felipe Ferreira é o favorito para ser o organizador das jogadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.