Cruzeiro terá 4 desfalques em Brasília

O técnico do Cruzeiro, Marco Aurélio, não poderá contar com quatro jogadores na estréia na Copa do Brasil, contra o desconhecido Bandeirante, quarta-feira, em Brasília. Além do zagueiro Cris e do atacante Edílson, destaques na vitória de 3 a 1 sobre o Coritiba, domingo, pela Copa Sul-Minas, que estão com a seleção brasileira na Arábia, o treinador também não terá o ponta Lúcio e o zagueiro Thiago, vetados pelo departamento médico. Em compensação, o meia Ruy, que deixou o América Mineiro ano passado, depois de impetrar uma ação na Justiça Trabalhista contra o clube, e integrou-se ao elenco celeste, estará à disposição e viaja com a delegação. Embora ainda tenha passe preso ao América, Ruy conseguiu uma liminar que lhe dá direito de trabalhar onde bem entender, enquanto não é julgado o mérito do processo. Marco Aurélio, no entanto, só define o time na terça-feira, antes do embarque para a capital federal. Dirigentes cruzeirenses ficaram irritados nesta segunda-feira com notícias divulgadas pela imprensa de que dirigentes da Lazio, da Itália, estariam no Brasil anunciando a contratação do lateral-esquerdo Sorín. De acordo com as informações colhidas pelos mineiros, o clube italiano estaria disposto a levar o jogador antes mesmo da Copa do Mundo, na qual ele deve defender a seleção argentina, pagando US$ 6 milhões e cedendo ao time de Belo Horizonte o passe de César, ex-São Caetano. "Estamos cheios dessas especulações que surgem somente pela imprensa, já que de oficial nunca há nada", disse o diretor de Futebol, Eduardo Maluf. O Cruzeiro pagou ao River Plate, da Argentina, US$ 5,08 milhões pelo passe de Sorín.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.