Cruzeiro terá Fábio Jr. e Jorginho

O técnico do Cruzeiro, Marco Aurélio, terá apenas três desfalques para a decisão da Copa Sul-Minas, domingo, contra o Atlético-PR, no qual os mineiros, jogando em casa, precisam apenas de um empate para conseguir o bicampeonato da competição. A situação é bem diferente da de Geninho, técnico do clube do Paraná, que está tendo dor de cabeça para montar a equipe em razão do grande número de ausências. O atacante cruzeirense Fábio Júnior, titular e autor de um dos gols na vitória de 2 a 1 sobre os Atlético-PR, domingo passado, e Jorginho Paulista, reserva do lateral Sorín, ambos ameaçados de não poder atuar, foram beneficiados em julgamento do STJD, nesta terça-feira. Fábio Junior pegou apenas um jogo de suspensão, já cumprido, e Jorginho foi absolvido. Com isso, as únicas ausências serão dos meias Ricardinho e do lateral Maicon, punidos com o terceiro amarelo, e Vander, expulso na Arena da Baixada. Já o zagueiro Cris e o atacante Alessandro, que não atuaram no fim de semana, suspensos, estarão à disposição do treinador. Festa - A diretoria cruzeirense prepara para antes da partida do Mineirão uma grande festa de despedida do argentino Sorín, que faz seu último jogo com a camisa do clube. O jogador defende a seleção de seu país na Copa do Mundo e, em seguida, apresenta-se definitivamente à Lazio, da Itália, que comprou o passe por US$ 9,5 milhões. Sorín acredita que, mesmo com a vantagem do empate, o Cruzeiro terá dificuldades para ficar com o título. "A presença da torcida será muito importante", afirmou. A expecativa dos dirigentes é de um público superior a 50 mil pagantes no Mineirão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.