Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Cruzeiro terá volta de Roger como titular no sábado

O Cruzeiro terá no próximo sábado contra o América de Teófilo Otoni, às 16 horas, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, uma formação um pouco mais ofensiva do que a exibida no jogo passado do Campeonato Mineiro. O técnico Vágner Mancini já adiantou que deixará de escalar o time com três volantes e promoverá a volta do meia Roger à equipe titular.

AE, Agência Estado

29 de fevereiro de 2012 | 10h28

No último sábado, o time foi para campo diante do Democrata-GV com um trio de volantes formado por Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira e Rudnei e teve Montillo como único armador de ofício. Agora, porém, Rudnei voltará para o banco de reservas e Roger formará novamente dupla de meias com o argentino.

Roger entrou no decorrer da partida contra o Democrata, depois de iniciar o confronto entre os reservas. Ele acabou não começando entre os titulares por ter ficado fora de alguns treinos da semana passada após reclamar de dores na panturrilha. Porém, agora teve a sua escalação para sábado garantida por antecipação por Vágner Mancini.

"Eu não tenho dúvida para o jogo de sábado. Volta o Roger, a gente inicia o jogo com dois armadores. Dependendo do jogo, fora de casa, a gente pode até mudar a equipe. Foi um jogo atípico aquele diante do Democrata, aumentamos um pouco a estatura, o Roger também tinha ficado uns dias de fora. Mas a intenção agora é voltar para aquela formação que usamos diante do Tupi e do Nacional, de Nova Serrana", avisou o comandante, em entrevista coletiva na última terça-feira.

O treinador também ressaltou que os seus jogadores precisam estar concentrados na partida deste sábado, embora a estreia do Cruzeiro na Copa do Brasil seja na próxima quarta-feira, contra o Rio Branco, no Acre. Mancini enfatizou que espera por uma equipe com poder de fogo no ataque com a volta de Roger.

"Que o nosso time saia já em cima, jogando de uma forma ofensiva, que possa, obviamente vencer o jogo, pois é muito importante a gente somar o maior número de pontos possíveis (no Campeonato Mineiro). Lá na frente isso será muito importante. Então, não podemos pensar no jogo lá do Acre sem antes estar totalmente focados no jogo de sábado, contra o América", ressaltou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.