Cruzeiro trabalha para renovar com Alex

A prioridade no Cruzeiro é renovar contrato com o meia Alex, principal destaque da campanha que levou o clube ao inédito título brasileiro. O problema é que o jogador sofre assédio do futebol europeu e admite sair.Para ficar com Alex, a diretoria do Cruzeiro quer comprar 50% de seus direitos econômicos e federativos, pagando até R$ 2 milhões. Assim, o clube receberia 50% de uma eventual negociação futura. O preço estimado dele hoje é de US$ 4 milhões.Alex disse que irá analisar as propostas, principalmente do futebol europeu. Caso não lhe agradem, ele poderá permanecer no time mineiro por mais um ano. "Vou me reunir com o meu procurador, o Juan Figger, em São Paulo. Vou ver se ele trouxe algo de diferente da Europa. Se não, já tenho em mente uma proposta interessante para mim e viável para a minha permanência no Cruzeiro, para que eu possa ficar por mais um tempo", revelou o jogador.Além de Alex, a diretoria do Cruzeiro espera renovar ainda esta semana os contratos de Aristizábal, Mota, Thiago, Márcio Nobre, Marcelo Batatais, Zinho, André, Felipe Melo e Artur. Ou seja, o plano é manter a base do elenco que conquistou o Campeonato Brasileiro.Sobre reforços, os nomes comentados são os atacantes Jussiê, que pertence ao clube estava no Japão, além de Lima e Marcel, ambos do Coritiba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.