Cruzeiro: um empate vale o tri

Cruzeiro e Ipatinga decidem neste domingo, às 16h, no Mineirão, o título do Campeonato Mineiro de 2005. Enquanto o clube da capital luta pelo tricampeonato, a equipe do Vale do Aço corre atrás de uma conquista inédita, a primeira de sua curta história. O jogo da ida, em Ipatinga, terminou empatado em 1 a 1. Como fez a melhor campanha durante a fase de classificação, ao Cruzeiro basta um empate.Confiantes, os torcedores celestes prometem encher o estádio da Pampulha. Até o final da tarde de sexta-feira, mais de 33 mil ingressos já tinham sido vendidos. Ao todo, foram colocados à venda 66.432 ingressos para a decisão, que ficou conhecida como o confronto entre matriz e filial, devido ao convênio que os dois clubes firmaram. Nada menos que 16 jogadores do Ipatinga foram cedidos pelo Cruzeiro, que paga a maior parte de seus salários.O técnico Levir Culpi insistiu que a conquista do Estadual irá fortalecer o grupo da Toca da Raposa em relação à seqüência da temporada e pediu empenho aos atletas."Sabemos que não tem nada definido ainda", observou o atacante Fred, artilheiro do Mineiro, com 12 gols, e principal destaque do campeonato.Em busca do primeiro título de sua carreira, o goleador do Cruzeiro quer também, pela primeira vez, terminar uma competição na ponta da artilharia. Nas duas últimas edições do Mineiro, Fred foi o vice-artilheiro.Na decisão, ele só pensa em deixar sua marca. "Estou muito ansioso para ver o Mineirão lotado e espero fazer um bom jogo, conseguir os gols e dar o título para o Cruzeiro".Mas a necessidade de vitória na casa do adversário não assusta o Ipatinga, que deverá partir para o tudo ou nada. "Vamos ter que agredir mais a equipe deles", disse o meia Walter. "Não temos mais nada a perder. A confiança é total e a gente espera sair com o título inédito".O técnico Ney Franco deverá contar com o atacante Gustavinho, que se recuperou de uma dor muscular na coxa direita. O jogador é considerado fundamental para o melhor desempenho do sistema ofensivo do time do Vale do Aço.Levir contabiliza o desfalque do volante Fábio Santos, que cumpre suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo. Diogo entra em seu lugar. O lateral-esquerdo Athirson, que se lesionou durante um treinamento e chegou a ser dúvida para a partida, está confirmado. Na lateral-direita, Ruy volta ao time no lugar de Maurinho.

Agencia Estado,

17 de abril de 2005 | 10h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.