Cruzeiro vai a Volta Redonda para vencer e secar

O Cruzeiro, que enfrenta neste domingo o Flamengo, às 17h, em Volta Redonda (RJ), não tem escolha. Para continuar sonhando com o título do Campeonato Brasileiro, precisa vencer o time carioca e levar a definição da competição para a última rodada.

EDUARDO KATTAH, Agência Estado

28 de novembro de 2010 | 08h33

A equipe mineira não terá à beira do gramado o técnico Cuca, punido na sexta-feira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com suspensão de dois jogos pelas declarações contra a arbitragem de Sandro Meira Ricci na derrota para o Corinthians, pela 35ª rodada.

Além de vencer seus jogos, o Cruzeiro precisa torcer por tropeços do líder Fluminense e do vice-líder Corinthians. Restando duas rodadas, o time celeste soma 63 pontos, dois a menos que o rival carioca e um a menos que o paulista.

Apesar de o Flamengo de Vanderlei Luxemburgo também encarar a partida como uma decisão - já que, com 43 pontos, ainda ronda a zona de rebaixamento -, na Toca da Raposa a opinião geral é que somente a conquista de três pontos fora de casa mantêm o Cruzeiro na briga pela taça.

"Vai ser pressão, mas acho que a equipe está bem concentrada, bem ciente da responsabilidade que essa partida tanto para nós quanto para eles", observou o goleiro Fábio.

Cuca indicou que deverá optar por uma formação ofensiva, com dois armadores: o argentino Montillo e Roger. A expectativa é que ele praticamente repita a escalação que iniciou a vitória sobre o Vasco, por 3 a 1, na última rodada. A única alteração deverá ser o retorno do zagueiro Gil - que no julgamento do STJD recebeu suspensão de apenas uma partida, já cumprida - no lugar de Edcarlos. O treinador cruzeirense, contudo, não descartou a possibilidade de escalar três zagueiros, deixando Roger como opção no banco de reservas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.