Cruzeiro vai atrás de um craque

O diretor de Futebol do Cruzeiro, Eduardo Maluf, seguiu para a Argentina, logo após a conquista pela equipe do Supercampeonato Mineiro, com a goleada de 4 a 0 sore a Caldense, no Mineirão, para conversar com dirigentes de dois clubes daquele país sobre a possível contratação de uma de suas estrelas. O time mineiro está interessado em Riquelme, do Boca Júniors, e em Romagnoli, do San Lorenzo. De acordo com a assessoria do Cruzeiro, Maluf tem carta branca do presidente José Perrella para discutir com os argentinos valores e prazos de uma eventual negociação. No caso de Romagnoli, meia ofensivo apontado como um dos maiores craques na disputa do último torneio Apertura, a pedida inicial dos dirigentes foi considerada alta pelos mineiros: US$ 4 milhões. A esperança da diretoria do Cruzeiro é que, em virtude da crise econômica que vive a Argentina, o preço caia. Tanto Romagnoli quanto Riquelme - que seria, na verdade, a prioridade dos cruzeirenses - já teriam demonstrado desejo de defender o time de Belo Horizonte. Os dois teriam sido convencidos pelo ex-lateral Sorín, vendido recentemente à Lazio, da Itália, por US$ 9,5 milhões. Em visita ao país de origem, antes de seguir para a disputa da Copa do Mundo, Sorín teria feito inúmeros elogios à estrutura e à seriedade do clube mineiro, sobretudo em relação à pontualidade no pagamento de salários. Maluf deve retornar da Argentina neste sábado à tarde, trazendo notícias sobre a possibilidade ou não da transferência de um dos jogadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.