Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Cruzeiro vai em busca do Tri

Chegou o momento. Todo o esforço da diretoria do Cruzeiro para a temporada 2004 foi direcionado para a conquista da Taça Libertadores. E a partida de estréia do time será nesta quarta-feira, às 21h45, no Mineirão, contra o Caracas, da Venezuela. O técnico Wanderley Luxemburgo não contará apenas com Martinez, que realiza um trabalho específico para reconquistar a forma física. Porém, a ausência do armador não reduzirá a expectativa criada sobre a participação do trio formado por Alex, Rivaldo e Guilherme, juntos, na disputa sul-americana. O time mineiro, que foi campeão em 1976 e 97, faz sua nona participação na competição. Todos no Cruzeiro concordam que agora será dado o pontapé inicial para as futuras pretensões do clube. Nem os tropeços nas primeiras duas partidas do Campeonato Mineiro, quando o milionário elenco da Raposa foi derrotado por modestas equipes do interior do Estado, foram levados em consideração. "O início do Estadual foi complicado pois a equipe estava presa, sem entrosamento. Mas isso é normal no começo da temporada. Porém, na Libertadores o jogador muda o comportamento e a motivação é outra. É uma competição diferente", definiu Luxemburgo. O treinador não terá a sua disposição apenas o meio-campo Martinez. O jogador é uma das apostas da comissão técnica para a competição. Mas, apesar de estar recuperado de uma cirurgia no joelho que o tirou dos gramados por nove meses, Martinez não apresenta condições físicas ideais para suportar uma partida inteira. Para o seu lugar, Luxemburgo poderá confirmar o volante Wendell, que teve uma boa atuação na goleada sobre o Guarani, pelo Estadual, no final de semana. O jovem Sandro corre por fora na luta pela vaga de titular. Mais do que o tri da Libertadores, o que move o Cruzeiro é o sonho do Mundial Interclubes, que o clube já disputou duas vezes, mas não conseguiu o título. Para isso, a diretoria conta com o pentacampeão Rivaldo, com o meio-campo Alex e com o ex-atleticano Guilherme. Com a experiência de ter participado da competição por três vezes, em 1999, 2000 e 2001 -, pelo Palmeiras, Alex disse que uma derrota em casa pode determinar a desclassificação do time. "A vitória em casa é fundamental e não podemos nem pensar em derrota. Vamos para o campo sabendo que precisamos somar os três pontos para depois buscarmos alguma coisa fora", revelou o jogador, que não esperar encontrar facilidade contra os venezuelanos. "O futebol venezuelano não é de tradição, sabemos disso, mas o time deles é campeão e vamos encontrar dificuldades", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.