Cristiano Borges/Divulgação
Cristiano Borges/Divulgação

Cruzeiro ganha, volta a sonhar com vaga no G4 e complica o Goiás

Mineiros fazem 1 a 0 no Serra Dourada e rivais afundam no Z-4

LEONARDO AUGUSTO, Estadão Conteúdo

25 de outubro de 2015 | 20h32

Um para cima, outro para baixo. O Cruzeiro deu mais um passo na tentativa de chegar ao G4 do Campeonato Brasileiro ao vencer o Goiás por 1 a 0 em partida disputada no Serra Dourada. O time mineiro está agora com 44 pontos, na 11ª colocação. Já o Goiás vai se confirmando como um dos times a ser rebaixado e, com 31 pontos, é o antepenúltimo colocado.

A partida foi equilibrada, apesar da distância entre as duas equipes na tabela. O gol do Cruzeiro foi marcado por Arrascaeta, no início do segundo tempo. Com o resultado, o Cruzeiro tem agora invencibilidade de oito jogos. Por sua vez, essa é a quinta derrota consecutiva do Goiás.

Fábio, com pelo menos quatro boas defesas, garantiu o 0 a 0 no marcador no primeiro tempo. O Cruzeiro também chegava, mas perdeu o jogo aéreo para a zaga adversária, com cruzamentos sobretudo da direita, e errava os chutes de longa distância.

A primeira chance foi do Goiás, aos 6 minutos. Depois de falha de Fabrício, a bola sobrou para Bruno Henrique, que tocou para Zé Eduardo. Na finalização, boa defesa de Fábio. Aos 11 minutos, Fábio novamente, agora em chute de Erik. No rebote, o jogador goiano tentou novamente. Fabrício salvou em cima da linha. No minuto seguinte, em falta cobrada por Diogo, o goleiro do Cruzeiro colocou para fora.

Pelo Cruzeiro, a melhor chance foi com Willian, aos 23 minutos. O jogador se livrou da marcação e chutou, mas a bola bateu na defesa adversária. Willians tentou jogada semelhante aos 25 minutos, mas a bola bateu novamente na retaguarda do time da casa. Aos 41 minutos, Fábio fez outra boa defesa em chute forte de David. Dois minutos depois, o jogador cobrou falta e a defesa cruzeirense fez dois cortes consecutivos. Pressão do Goiás no finzinho do primeiro tempo.

O Goiás foi para o vestiário, mas não esfriou. Logo no primeiro minuto da etapa complementar, Zé Eduardo avança tabelando com Arthur e cruza. Fabrício cede escanteio quando Bruno Henrique chegava para concluir. David cobrou e Ariel Cabral tirou. O Cruzeiro tentou dar a resposta com Ceará, pelas esquerda. O jogador conseguiu o cruzamento, mas a bola ficou com a zaga adversária.

O jogo até aqui era para qualquer time marcar e a qualquer momento. E foi o Cruzeiro o time a abrir o placar. Aos 6 minutos, Willian chutou forte, o goleiro não segurou e De Arrascaeta completou de cabeça.

Aos 9 minutos, nova chance do Cruzeiro, em chute de Willian por cima do gol do Goiás. Aos 15 minutos, falta cobrada por Fred para nova intervenção de Fábio. Dois minutos depois, De Arrascaeta recebeu de Marcos Vinícius no interior da grande área e perdeu a chance de ampliar o marcador.

Em outra falta, aos 27 minutos, Fred colocou a bola a centímetros da trave de Fábio. Aos 39 minutos, Ruan arriscou de fora da área. Para fora. Nos minutos finais, sufoco no Cruzeiro.

Aos 43 minutos, Fábio saiu mal em cruzamento e por pouco o Goiás não empatou. No minuto seguinte, Fábio praticou defesa em chute de Ruan. Aos 47 minutos, Bruno Henrique chutou pressionado pela zaga cruzeirense e desperdiçou a última chance do Goiás no jogo.

Na próxima rodada, o Goiás enfrenta o Internacional, domingo, às 19h30 no Serra Dourada. No sábado, o Cruzeiro encara o Avaí no Ressacada, em Florianópolis, também às 19h30.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 0 X 1 CRUZEIRO

GOIÁS - Renan; Gimenez (Wesley), Fred, Felipe Macedo e Diogo Barbosa; Patrick, David e Arthur Rodrigues (Murilo); Erik, Bruno Henrique e Zé Eduardo (Ruan). Técnico: Danny Sérgio.

CRUZEIRO - Fábio; Ceará, Paulo André, Bruno Rodrigo e Fabrício; Willians (Marquinhos), Henrique e Ariel Cabral (Charles); De Arrascaeta, Willian (Leandro Damião) e Marcos Vinícius. Técnico: Mano Menezes.

GOL - De Arrascaeta, aos 6 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Nielson Nogueira Dias (PE).

CARTÕES AMARELOS - Paulo André, Erik, Fabrício, Arthur Rodrigues, Bruno Henrique, Willians, Ariel Cabral e Patrick.

PAGANTES - 12.393 torcedores.

RENDA - R$ 112.740,00.

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGoiásCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.