Cruzeiro vence Goiás e lidera por saldo

O Cruzeiro confirmou o favoritismo e venceu o Goiás, por 4 a 1, neste domingo, no Mineirão, em Belo Horizonte, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Com a vitória, o time Celeste voltou à liderança da competição, com 13 pontos ganhos em cinco jogos, ao lado do rival Atlético-MG, mas com saldo de gols melhor. Os gols da partida foram marcados por Alex (2) e Deivid (2) - que assumiu a artilharia isolada, com 8 gols - para a Raposa, e Dimba, para os goianos. Na próxima rodada, os mineiros enfrentam o Guarani, no Brinco de Ouro da Princesa, no sábado. Já o Goiás, que recebe o Juventude, no Serra Dourada, no domingo, permanece com apenas dois pontos em 12 disputados, ocupando a penúltima colocação na tabela.As duas equipes começaram a partida muito fechadas, respeitando o adversário. Até os 15 minutos, somente os jogadores que partiam da defesa com a bola conseguiam algum espaço para jogar. Do meio ao campo de ataque, a falta de espaços fazia com que os jogadores errassem muitos passes. As poucas jogadas de ataque que apareceram foram criadas pela Raposa que reteve mais bola nos pés, principalmente, com o meia Alex.Aos 20 minutos, depois de cabecear uma bola nas redes, mas pelo lado de fora, o mesmo Alex abriu o marcador. Wendell lançou para Leandro na esquerda que cruzou para a entrada da área. Alex apareceu sem marcação, e de pé esquerdo, chutou de primeira para fazer 1 a 0 para o time Celeste. Foi o quarto gol de Alex no Brasileiro.Depois de tomar o gol, o Goiás saiu para o jogo. Mas, como o Cruzeiro não dava espaço, os goianos tentavam surpreender Gomes com chutes de fora da área com Marabá e Dimba. Com as subidas do Goiás, os mineiros aproveitavam para explorar os contra-ataques em velocidade. Em um deles, aos 41 minutos, a bola sobrou para Alex que chutou forte. O goleiro Harley não segurou. Na sobra, Deivid chutou mal, para fora, mas a bola desviou na defesa do Goiás, por duas vezes, enganou Harley e foi parar dentro do gol. Foi o segundo gol do Cruzeiro no jogo e o sétimo de Deivid na competição. "Fico feliz de estar fazendo gols e ajudando o time do Cruzeiro a somar pontos", disse Deivid que é o artilheiro isolado do Brasileiro.Vendo seu time acuado também no segundo tempo, o técnico Candinho, ameaçado de perder o emprego pelos maus resultados obtidos nas rodadas anteriores, agitava-se na beira do gramado, exigindo marcação e uma saída de bola mais rápida dos goianos. Para melhorar a velocidade do time e criar jogadas no ataque, Candinho tirou Cléber e colocou o meia Caíco. Os goianos passaram a forçar mais no ataque, enquanto os cruzeirenses não repetiam o mesmo futebol do primeiro tempo.Depois de insistir por diversas vezes de fora da área, aos 21 minutos, o atacante Dimba diminuiu para o Goiás. O jogador arriscou da intermediária, pela meia-direita, com um chute forte. O goleiro Gomes demorou a cair na bola que entrou no seu canto direito. Foi o quarto gol de Dimba no Brasileiro. Depois do gol, os goianos sentiram o bom momento na partida e foram em busca do empate. Em pelo menos duas jogadas o goleiro Gomes evitou o empate do Goiás.Mas, em duas jogadas rápidas, o Cruzeiro matou o jogo e garantiu a vitória. Aos 44 minutos, Maurinho chutou cruzado. A bola bateu na zaga e Alex, aproveitando a sobra, com categoria colocou no canto de Harley, fazendo o terceiro do Cruzeiro e o seu quinto no Brasileiro. "O Cruzeiro jogou muito bem e mereceu a vitória. Vamos tentar manter o ritmo", explicou.Um minuto depois, num contra-ataque rápido, onde cinco atacantes do Cruzeiro ficaram contra dois zagueiros do Goiás, o time Celeste completou a goleada com Deivid. O goleiro Harley ainda evitou gol, por duas vezes, mas na terceira, Deivid não perdoou, marcou o quarto do Cruzeiro e seu oitavo no campeonato. Com o resultado, a Raposa manteve uma invencibilidade de 26 partidas. "Nós jogamos muito dentro do campo do Cruzeiro e abrimos muitos espaços para o contra-ataque. Infelizmente, jogamos mal e a vitória do Cruzeiro foi justa", reconheceu Harley no final da partida.Ficha TécnicaCruzeiro - Gomes; Maurinho, Luisão, Edu Dracena e Leandro; Augusto Recife, Claudinei (Sandro), Wendell (Márcio) e Alex; Aristizábal (Motta) e Deivid. Técnico: Vanderlei LuxemburgoGoiás - Harley; Cléber (Caíco), Fabão, Alexandre e Marcinho; Josué, Marabá, Renato e Danilo; Araújo e Dimba. Técnico: CandinhoGols: (Cruzeiro: Alex, aos 20min/primeiro tempo; Deivid, aos 41min/primeiro tempo; Alex, aos 44min/segundo tempo; Deivid, aos 45min/segundo tempo) - (Goiás: Dimba, aos 21min/segundo tempo) Cartões Amarelos: (Cruzeiro: Luisão, Wendell, Deivid) - (Goiás: Josué) Renda: R$110.313,00Público Pagante: 12.627 torcedoresLocal: Mineirãoclassificação

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.