Cruzeiro vence o Atlético-MG e é o novo vice-líder

Time celeste faz 2 a 0 no Mineirão e ultrapassa o Palmeiras na tabela do Campeonato Brasileiro

LUIZ CARLOS SILVA, Agencia Estado

19 de outubro de 2008 | 18h39

O Cruzeiro venceu o Atlético-MG por 2 a 0 no clássico disputado neste domingo, no Mineirão, e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro: tem os mesmos 55 pontos do Palmeiras, que empatou por 2 a 2 com o São Paulo, mas tem uma vitória a mais, 17 contra 16. O Atlético permanece com 37 pontos, na 12ª posição.     Veja também:   Brasileirão Série A - Classificação   Brasileirão Série A  - Calendário e resultados  Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Além da rivalidade, o clássico era decisivo para o Cruzeiro porque sinalizaria se o time teria ou não chance de disputar o título. O Atlético, por sua vez, precisava vencer para se livrar definitivamente do risco de rebaixamento e pensar somente na classificação para a Copa Sul-Americana de 2009. Com a derrota, o time chegou a oito jogos sem vitórias em clássicos contra o Cruzeiro. Neste ano, são quatro derrotas e um empate.Melhor na tabela, o Cruzeiro começou mais forte e consistente. Logo aos 3 minutos o meia Fernandinho chutou de fora da área e quase abriu o placar, obrigando o goleiro Juninho a realizar grande defesa. Depois de pressionar e criar as melhores chances, o Cruzeiro abriu o placar aos 42 minutos: Jonathan recebeu um passe certeiro de Fernandinho pela direita e bateu cruzado, sem chances para o goleiro.O Atlético voltou para o segundo tempo com uma postura mais agressiva, partindo para o ataque. O atacante Pedro Paulo entrou no lugar de Marques, que não estava bem, mas a mudança não surtiu efeito. A vontade atleticana foi insuficiente diante da maior qualidade do Cruzeiro, que definiu a partida nos acréscimos: Elicarlos sofreu pênalti, cometido por Juninho. Guilherme cobrou e fez 2 a 0, fechando o placar.Atlético-MG 0 x 2 CruzeiroAtlético-MG - Juninho; Sheslon, Vinícius, Leandro Almeida e Denilson (Rafael Aguiar); Serginho, Márcio Araújo, Elton (Tchô) e Renan Oliveira; Marques (Pedro Paulo) e Castillo. Técnico: Marcelo Oliveira.Cruzeiro - Fábio; Jonathan, Leo Fortunato, Thiago Heleno e Carlinhos; Henrique (Elicarlos), Marquinhos Paraná, Ramires e Fernandinho (Wagner); Guilherme e Thiago Ribeiro (Camilo). Técnico: Adilson Batista.Gols - Jonathan, aos 42 minutos do primeiro tempo; Guilherme (pênalti), aos 47 minutos do segundo tempo.Árbitro - Wagner Tardelli Azevedo (Fifa-SC).Cartões amarelos - Vinícius e Márcio Araújo (Atlético); Guilherme (Cruzeiro).Renda - R$ 1.008.651,50.Público - 52.884.Local - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.