CSA bate Fortaleza no Castelão lotado e fica perto do título da Série C

Equipe leva boa vantagem para Maceió com vitória por 2 a 1 na casa do adversário

Estadão Conteúdo

14 Outubro 2017 | 21h18

O CSA largou na frente do Fortaleza na luta pelo inédito título do Campeonato Brasileiro da Série C. Com o Castelão lotado por mais de 44 mil torcedores - recorde de público para a competição -, o time alagoano venceu por 2 a 1, neste sábado, e agora tem boa vantagem para o jogo de volta, marcado para o próximo sábado, no Rei Pelé, em Maceió.

O CSA pode perder na volta até por 1 a 0, por ter marcado dois gols fora de casa. Enquanto isso, o Fortaleza precisa devolver o placar de 2 a 1 para levar a definição para os pênaltis. Ou ganhar por dois gols de diferença para garantir a taça. Os dois finalistas buscam o primeiro título nacional em suas histórias. Mas já garantiram o acesso à Série B em 2018, bem como os semifinalistas São Bento e Sampaio Corrêa.

A expectativa era de pressão do Fortaleza, com o visitante atuando por uma chance no contra-ataque. E foi desta forma que fez o seu gol com Michel Douglas, de cabeça, aos 40 minutos. No início do segundo tempo, o Fortaleza ameaçou ir para cima, mas sofreu o segundo gol aos 17 minutos. Após cruzamento da direita, Pablo tentou cortar e mandou contra suas próprias redes. A partir daí, quase não houve mais reação. Mas o time da casa conseguiu diminuir com Gabriel Pereira, aos 42 minutos. Só que não dava mais tempo para empatar. Assim, o Fortaleza vai ter que melhorar bastante para tirar o título das mãos do CSA.

A torcida, mais uma vez, marcou presença. Foram 43.678 pagantes para um público total de 44.678 torcedores. O recorde anterior na Série C era do próprio Fortaleza no jogo contra o Tupi pelas quartas de final, quando venceu por 2 a 0 e levou ao estádio 39.126 pagantes (40.102 no total). A renda nesta noite foi de R$ 1.287.583,00.

Os dois clubes correm atrás do primeiro título brasileiro. O Fortaleza foi fundado em 1918, tem 98 anos, e conquistou 41 títulos cearenses, sendo vice da Taça Brasil em 1960 e 1968 e também da Série B em 2002 e 2004. O CSA foi fundado em 1913 e acumula 37 títulos alagoanos. Foi vice-campeão da Série B em 1980, 1982 e 1983 e da Série D em 2016.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.