CSA elimina Tombense, chega na semifinal e garante acesso à Série B

Time alagoano vence também o segundo jogo, agora por 1 a 0, em Maceió

Estadão Conteúdo

25 de setembro de 2017 | 22h43

O CSA garantiu o acesso para a Série B de 2018 e assegurou a quarta vaga nas semifinais do Campeonato Brasileiro da Série C, na noite deste segunda-feira, ao vencer o Tombense, por 1 a 0, no lotado estádio Rei Pelé, em Maceió.

No jogo de ida, o time alagoano já tinha triunfado, por 2 a 0, por isso entrou em campo com grande vantagem. Assim, conseguiu a classificação e o acesso, se juntando a Sampaio Corrêa, Fortaleza e São Bento, que também asseguraram vagas na Série B através da terceira divisão nacional.

Este é o segundo acesso seguido do CSA que ano passado subiu da Série D, junto com o São Bento. O time alagoano disputou oito vezes a segunda divisão nacional, a última em 1992. Mas nenhuma vez no novo formato das divisões do Campeonato Brasileiro.

As duas semifinais também estão definidas. O CSA vai enfrentar o São Bento em dois jogos, com o primeiro sendo disputado em Sorocaba e o segundo em Maceió. Isso ocorrerá porque o CSA tem melhor campanha: 38 a 35 pontos. O Sampaio também leva vantagem em cima do Fortaleza. O gol fora continua valendo como critério de desempate.

A torcida ditou o ritmo do jogo, lotando as dependências do Rei Pelé e fazendo do estádio um verdadeiro caldeirão. Aproveitando o clima, o CSA marcou seu gol aos 16 minutos. Raul avançou pelo lado esquerdo e cruzou para a pequena área. Edinho entrou de frente e bateu de leve com a chapa do pé para as redes.

O Tombense não reagiu e não ameaçou durante todo o jogo. O CSA valorizou a posse de bola e deixou o tempo passar para festejar o acesso com sua torcida. A festa com certeza se estenderá pela noite toda na capital alagoana. Mais de 16 mil torcedores apoiaram o time nesta decisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.