Augusto Oliveira/CSA
Augusto Oliveira/CSA

CSA tenta superar desfalques no primeiro duelo com o Inter no Brasileirão

Técnico Marcelo Cabo montou o time no 4-5-1, com Patrick Fabiano sendo o único homem de referência no ataque

Redação, Estadão Conteúdo

19 de maio de 2019 | 15h27

O CSA enfrentará o Internacional pela primeira vez em sua história no Campeonato Brasileiro. Em busca da primeira vitória desde que retornou para a elite do futebol nacional, o time alagoano não poderá contar com o atacante Robinho, com uma lesão no músculo reto femoral, para o duelo deste domingo, às 16 horas, no Beira-Rio, pela quinta rodada.

Além de Robinho, Cassiano, com dores musculares, deve ser poupado. O jogador não treinou ao longo da semana e pode ficar no banco de reservas. Com isso, Marcelo Cabo montou o time no 4-5-1, com Patrick Fabiano sendo o único homem de referência no ataque. O treinador optou por povoar o meio de campo.

"Trabalhamos com muita intensidade diariamente. Nos comunicamos bastante também nos treinamentos e jogos. Isso ajuda muito. Estamos preparados para fazer um grande jogo. O Internacional é um time tradicional, não vai ser fácil. Qualquer ponto que conseguirmos conquistar será de grande valia" afirmou o goleiro Jordi.

CSA e Internacional se enfrentaram apenas duas vezes na história, pela Copa do Brasil, de 1989. Na ocasião, ficaram no empate sem gols no Sul. Em Maceió, vitória da equipe gaúcha por 2 a 0.

No Brasileirão, o time alagoano vem de três empates consecutivos contra Palmeiras (1 a 1), Santos (0 a 0) e Avaí (0 a 0). Com três pontos, o CSA aparece na zona de rebaixamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.