CSF confirma sede da Copa América

O presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (CSF), Nicolás Leóz, confirmou nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro, durante o sorteio dos grupos para a disputa da Copa Mercosul em 2001, que a Colômbia vai sediar a Copa América entre os dias 11 a 29 de julho. Um atentado terrorista, na última sexta-feira, destruiu parte do Hotel Torre de Cali e deixou quatro mortos e mais de 30 feridos, dos quais o técnico Javier Alvarez e o jogador Arnulfo Valentierra, ambos da equipe do Once Caldas, que estava na cidade para a partida contra o América, pelo campeonato nacional. O ataque chegou a ameaçar o país de não sediar o evento e o mesmo seria realizado no Brasil.Apesar do atentado ao hotel - escolhido para abrigar as autoridades esportivas sul-americanas e o comitê organizador do torneio - o governo colombiano não vinculou-o à realização da competição. Nesta quinta-feira, o presidente da Federação Colombiana de Futebol (FCF), Alvaro Fina, disse que ?nunca? pensou em mudar o local da Copa América e que se terá todas as garantias de segurança e infra-estrutura no país. ?Temos o completo apoio da CSF e iremos fazer a melhor Copa América da história?, garantiu. ?Já está tudo pronto para que isso aconteça?.A Copa América será disputada por dez seleções sul-americanas, além de Canadá e México, em sete cidades colombianas: Barranquilla, Cali, Medellín, Armenia, Pereira, Manizales e Bogotá. Aproximadamente US$ 4,5 milhões vão ser gastos com despesas de infra-estrutura nos estádios, comunicação e dispositivos de segurança para as delegações e torcedores visitantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.