CSKA não libera Love para o Santos

O Santos ainda se mantém em silêncio, mas a operação realizada para a contratação de Vágner Love foi frustrada pelo não do presidente do CSKA, Yevgni Giner, nesta quinta-feira. O atleta, em uma reunião com o dirigente russo, recebeu a informação de que só será liberado a partir do próximo mês de janeiro e que o parcelamento do pagamento não será aceito - US$ 13 milhões em quatro parcelas. Ao desembarcar de Curitiba, onde o time empatou com o Atlético-PR, o técnico Gallo foi cauteloso. "A contratação está sendo tratada internamente", comentou, dizendo também que o Santos tem o interesse imediato por parte do jogador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.