CSKA recusa contraproposta do Fla por Vagner Love

O CSKA Moscou, da Rússia, recusou nesta quinta-feira a contraproposta do Flamengo de R$ 22 milhões - mais parte dos direitos federativos de alguns jogadores - para contratar o atacante Vagner Love. Os dirigentes russos exigem cerca de R$ 33 milhões para liberar o atleta, que dificilmente ficará no clube carioca no segundo semestre deste ano.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2010 | 21h39

A recusa do CSKA, porém, não significa que o Flamengo desistirá da permanência de Love, que tem contrato até 10 de julho. Quem está cuidando pessoalmente das negociações é o diretor-executivo Zico, que treinou o clube russo no ano passado. Apesar da grande diferença entre as propostas, o time carioca está confiante em um acerto.

Empenhado em manter Love, Zico chegou a conversar com o atacante na manhã desta quinta, após o treino físico. A permanência do jogador é tão importante porque o Flamengo não tem substitutos à altura no elenco. Com a saída de Adriano, restaram apenas Diego Maurício, Vinícius Pacheco e Paulo Sérgio para a posição.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoVagner LoveCSKA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.