CSKA só libera Vágner Love em julho

O empresário de Vágner Love, Evandro Ferreira, admitiu nesta segunda-feira que não há mais chances do jogador reforçar o Corinthians já no primeiro semestre. Em entrevista à Rádio Jovem Pan, ele revelou que o CSKA não aceitou liberar o atacante brasileiro neste momento, apesar da proposta feita pela MSI.?O CSKA não quis liberar o Vágner agora. O presidente do clube disse que ele é imprescindível. Mas deixou em aberto a possibilidade de negociá-lo no meio do ano?, explicou Evandro Ferreira.O clube russo conta com Vágner Love para disputar a Copa da Uefa, depois de ter sido eliminado na primeira fase da Liga dos Campeões da Europa. E, como as inscrições terminam nesta terça-feira, não daria tempo para contratar um substituto. Ainda segundo Evandro Ferreira, o CSKA não deu nenhum aumento para manter Vágner Love, que foi contratado no ano passado junto ao Palmeiras. ?Ele tem contrato e tem que cumprir?, resumiu o empresário.Sem Vágner Love, a MSI concentra seus esforços agora na contratação do lateral Paulo César, que foi campeão brasileiro com o Santos. Ele já acertou a ida para o Corinthians, mas ainda depende da liberação de seu clube, o francês Paris Saint-Germain.Enquanto isso, a delegação do Corinthians embarcou na manhã desta segunda-feira para São Luís, no Maranhão, onde quarta-feira estréia na Copa do Brasil, contra o Sampaio Corrêa. O técnico Tite terá dois importantes desfalques: o volante Marcelo Mattos e o atacante Gil, ambos contundidos, nem viajaram com o grupo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.