Cuca ainda estuda como armar o São Paulo

O técnico Cuca ainda está na fase de testes para montar a equipe do São Paulo. No treino coletivo desta segunda-feira à tarde, no Morumbi, ele colocou mais um volante (Alexandre) no lugar de um meia (Souza), fechando mais o meio-de-campo.No coletivo de domingo, o primeiro do ano, apenas Fábio Simplício jogou na cabeça-da-área, ao lado de três meias ofensivos. Desse modo, a equipe titular formou com Rogério Ceni, Cicinho, Lugano, Fabão e Gustavo Nery; Alexandre, Fábio Simplício, Velber e Danilo; Luís Fabiano e Grafite.A equipe titular deve ser confirmada no treino desta terça-feira, o último antes da estréia contra a Ponte Preta, que acontece quarta, às 20h30, no Morumbi.Cuca não dá pistas, mas se levarmos em consideração a equipe que ele montou em Goiás, no Campeonato Brasileiro de 2003, com a qual ganhou projeção nacional, a tendência é jogar com um meio-campo mais pegador, com dois volantes.No Goiás, Cuca jogava com três atacantes (Grafite, Dimba e Araújo), mas no meio-campo colocava três volantes de marcação (Simão, Marabá e Josué). "Naquele time, o Simão jogava mais recuado, quase como um terceiro zagueiro. Já o Marabá e o Josué eram volantes, mas ajudavam no apoio", lembra Avlamir Dirceo Stival, auxiliar-técnico do São Paulo, que trabalhou com o irmão Cuca no Goiás. "E todos, com exceção do Simão, marcaram gols no Brasileiro", acrescentou.Pelo que exigiu nos treinos, Cuca deu liberdade para Cicinho apoiar o ataque. "Não vou sentir dificuldades no time porque vou jogar como fazia no Atlético. Apoiando sempre", disse o lateral-direito. Quando isso acontecer, Gustavo Nery deve ficar na defesa e compor a zaga com Fabão e Lugano.Gustavo Nery, aliás, deve continuar como um ?curinga? na equipe do São Paulo. Em vários momentos do treino, ele fixou-se como um terceiro zagueiro, jogando na sobra. Em outros, atuava como um ala avançado, funcionando como um elemento surpresa no ataque.Danilo e Velber devem jogar como meias de criação. Os dois foram bastante exigidos pelo técnico Cuca no treino desta segunda. O meia Marquinhos, o último reforço do São Paulo, só deve fazer sua estréia na segunda rodada, porque sua situação não foi regularizada. O Bayer Leverkusen ainda não enviou a papelada e ele não pôde ser inscrito.

Agencia Estado,

19 de janeiro de 2004 | 19h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.