Cuca cancela amistoso do Botafogo contra a seleção de Benin

Técnico diz que motivo do cancelamento é o elenco 'reduzido'; foco é o Campeonato Carioca

07 de janeiro de 2008 | 18h11

O técnico Cuca cancelou o amistoso que o Botafogo faria contra a seleção de Benin, dia 13 de janeiro, no Estádio Olímpico João Havelange. Ele alegou que não pode abrir mão dos treinamentos, pois conta com um grupo "muito" reduzido e a estréia da equipe alvinegra no Campeonato Carioca está próxima: dia 19, contra o Resende, no Engenhão.Tal decisão atrapalhou os planos da seleção de Benin, que faz pré-temporada no Rio visando à Copa das Nações Africanas, cuja partida inaugural está marcada para o dia 20. A equipe africana enfrenta nesta terça-feira o América-RJ e, dois dias depois, o Flamengo, em amistosos agendados para ajustar a equipe comandada pelo alemão Fabisch Reinhard, de 57 anos.Benin continuará treinando em General Severiano até o dia 13. O clube carioca cedeu sua sede para hospedagem e treinamento dos africanos e recebeu em troca cerca de R$ 100 mil para reformar o Estádio Caio Martins, em Niterói. REFORÇOO uruguaio Castillo desembarcou ontem no Rio com status de solução para o gol do Botafogo. Ele será titular da equipe alvinegra em 2008 depois de um ano difícil para os goleiros alvinegros. Lopes, Max, Júlio César, Marcos Leandro e Roger não deram conta do recado e apenas o primeiro permanece no clube.  "Quero trabalhar com tranqüilidade e fazer história no Botafogo", declarou Castillo, reserva da seleção uruguaia. Enquanto ele chega, Max acertou sua saída do Botafogo depois de ter o contrato renovado por um ano. Ele foi emprestado até dezembro para o Vila Nova, de Goiás, que disputará a Série B do Campeonato Brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
BotafogoEstadual do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.